publicidade
publicidade
Araguaína-TO, terça, 20 de abril de 2021
Siga a REDE TO

Estado

Justiça condena acusada de traficar mulheres do Tocantins para Europa

15/12/2017 15h48 | Atualizado em: 18/12/2017 21h44

Divulgação MPF diz que, durante os anos de 2006 e 2007, Ivonete da Silva, que residia na Espanha, recrutava mulheres da cidade de Gurupi, no sul do estado, para prostituição em países europeus

O Ministério Público Federal no Tocantins conseguiu na Justiça Federal a condenação de Ivonete Barbosa da Silva, pelo crime de tráfico internacional de pessoa para fins de exploração sexual. Inicialmente, o processo acusava, além de Ivonete da Silva, 16 pessoas, mas com o desmembramento, as sentenças estão saindo individualizadas.

De acordo com o MPF, durante os anos de 2006 e 2007, Ivonete da Silva, que residia na Espanha, recrutava mulheres da cidade de Gurupi, no sul do Tocantins, para exercer a prostituição naquele país. O aliciamento se dava com a ajuda de Maria José Pereira e de funcionárias de duas agências de turismo. Após chegarem ao destino, as mulheres deveriam ganhar dinheiro com a prostituição para pagar as despesas da viagem, que eram cobradas com valores bem acima dos efetivamente gastos.

Ao todo, Ivonete da Silva levou 19 mulheres para fora do Brasil e as sujeitou a situações degradantes de moradia e alimentação, e, muitas vezes, foram impedidas de retornar em razão da dívida que contraíram ao se tornarem vítimas do esquema criminoso.

Ivonete foi condenada pelo crime de tráfico internacional de mulheres para fins de exploração sexual a pena de 6 anos e 1 mês de reclusão e ao pagamento de 88 dias-multa. A pena será cumprida, inicialmente, em regime semiaberto. (
Com Ascom/MPF-TO)

***

O espaço está aberto para que Ivonete e Maria José possam se manifestar sobre o conteúdo da matéria. O email para envio de notas é [email protected]

 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.