publicidade
publicidade
Max:30° Min:24°
Araguaína
Araguaína-TO, sábado, 17 de fevereiro de 2018
Siga a REDE TO

Estado

Acidentes entre moto e carro matam duas pessoas no Tocantins

09/02/2018 14h11 | Atualizado em: 16/02/2018 16h59

Fotos: Divulgação Na BR-153, em Wanderlândia, na região norte do Tocantins, Denislânio de França Pereira, de 32 anos, morreu após bater moto em carro de passeio

REDAÇÃO
REDE TO

 

Dois acidentes com morte foram registrados na noite desta quinta-feira, 08, véspera de Carnaval, nas duas principais rodovias federais que cortam o Tocantins, a BR-153 e a BR-242. As fatalidades, envolvendo moto e carro, aconteceram nos municípios de Peixe, na região sul, e Wanderlândia, norte do estado.

BR-242

O acidente em Peixe ocorreu por volta das 19h45 no km 325 da BR-242. Um jovem de 23 anos morreu depois de colidir a moto que conduzia em uma caminhonete. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o motociclista invadiu a contramão, provocando a batida.

O condutor do carro, de 22 anos, não sofreu ferimentos. Ele permaneceu no local do acidente e passou pelo teste do bafômetro, que não apontou o consumo de álcool. O motorista foi ouvido na delegacia e liberado. A Polícia Civil (PC) disse que irá aguardar o resultado da perícia para apurar eventuais responsabilidades. 

O corpo do motociclista, que não teve o nome divulgado, foi encaminhado para exames no Instituto Médico Legal (IML) de Gurupi. 

BR-153

O acidente na BR-153, perto da cidade de Wanderlândia, foi semelhante ao de Peixe. A batida foi registrada por volta das 19h35, no km 123 da rodovia. Assim como na fatalidade ocorrida na BR-242, também houve colisão frontal entre um carro e uma caminhonete depois que um dos veículos invadiu a pista contrária.

O piloto da moto, Denislânio de França Pereira, de 32 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. No carro de passeio, estavam o motorista, Lucas Ferreira Reis, de 22 anos, e mais duas pessoas. O condutor e os passageiros sofreram ferimentos leves.

De acordo com a PRF, Lucas permaneceu no local e foi submetido ao teste do bafômetro, que deu negativo. Ele prestou depoimento na delegacia e foi liberado. O laudo que vai apurar a responsabilidade dos envolvidos deve ficar pronto em algumas semanas. 


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.