publicidade
publicidade
Max:34° Min:22°
Araguaína
Araguaína-TO, sábado, 22 de setembro de 2018
Siga a REDE TO

Estado

Governo do Tocantins extrapola limite legal de despesas com pessoal

Ministério Público cobra medidas do Executivo para equilibrar as contas

08/03/2018 13h07 | Atualizado em: 10/03/2018 23h22

Divulgação O Ministério Público Estadual cobrou do governador Marcelo Miranda (PMDB) que obedeça limites de gastos impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)

O Ministério Público Estadual (MPE) expediu recomendação ao governador do Estado, Marcelo Miranda (MDB), nesta quarta-feira, 7, orientando que sejam adotadas as medidas legais para adequar as despesas com pessoal do Poder Executivo aos limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar nº 101/2000).

A recomendação cita que as despesas do Estado com a folha de pagamento ultrapassaram o limite máximo de 49% da Receita Corrente Líquida estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, conforme está demonstrado no Relatório de Gestão Fiscal referente ao período de setembro de 2016 a agosto de 2017, cujos dados encontram-se publicados no Portal da Transparência do Estado.

Diante da situação de desenquadramento, a recomendação informa que existe uma série de condutas vedadas ao poder público (artigo 22 da LRF), referentes ao aumento de despesas, e que há prazos máximos e medidas legais a serem adotadas para eliminar o percentual excedente de gastos (artigo 23 da LRF).

A recomendação foi expedida pelo Procurador-Geral de Justiça, Clenan Renaut de Melo Pereira.

O documento expedido pelo chefe do Ministério Público possui caráter administrativo e cabe ao chefe do Poder Executivo informar, no prazo de 30 dias, se irá cumpri-lo. No caso da persistência da situação irregular, o órgão de controle poderá adotar as medidas legais cabíveis. 

 

Com Ascom/MPE-TO

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.