publicidade
publicidade
Max:31° Min:16°
Araguaína
Araguaína-TO, terça, 19 de junho de 2018
Siga a REDE TO

Rede 190

Homem confessa ter matado companheira a machadadas no TO

12/03/2018 10h26 | Atualizado em: 12/03/2018 17h14

Reprodução/Facebook Segundo a família, Cinthia Naiane foi atacada a machadadas pelo próprio marido; crime aconteceu na noite de sábado, 10, mas corpo da jovem só foi encontrado na manhã do dia seguinte

REDAÇÃO
REDE TO


No mês em que é comemorado o Dia Internacional da Mulher, mais um caso de violência contra as mulheres foi registrado no Tocantins. Uma jovem foi morta com golpes de machado, neste fim de semana, no município de Bernardo Sayão, na região norte do estado. O marido dela, Antônio Luiz Pinheiro Martins,
 de 24 anos, é o principal suspeito do crime.

De acordo com a Polícia Militar (PM), Cinthia Naiane e o companheiro moravam juntos na Vila São João. O crime aconteceu na noite do último sábado, 10. A jovem foi atacada a machadadas. O corpo dela só foi encontrado na manhã do dia seguinte. 

Após exames no Instituto Médico Legal (IML), que confirmaram as agressões por machado, o corpo de Cinthia Naiana foi liberado para sepultamento. O enterro aconteceu no começo da noite deste domingo, 11, no cemitério municipal de Bernardo Sayão. 

Em uma publicação no Facebook, o irmão de Cinthia divulgou a foto do suspeito. "Atenção! Esse bandido matou a própria esposa a machadadas enquanto dormia. O crime aconteceu na noite de 10/03/2018, em Bernardo Sayão. Ajude a prender este bandido", escreveu o homem.

Segundo a família de Cinthia, após cometer o crime, Antônio Luiz foi até a casa dos pais da vítima e levou a filha do casal de apenas um de idade. O homem disse que a companheira tinha viajado. Ele desapareceu depois disso. 

Confissão

Na manhã desta segunda-feira, 12, Antônio Luiz procurou a delegacia. De acordo com a delegada Olodes Maria Oliveira Freitas, responsável pelas investigações, o homem confessou o crime, motivado, segundo ele, por uma crise de ciúmes. O homem foi liberado em seguida, uma vez que o tempo para a caracterização do flagrante já havia passado. A autoridade policial informou que já pediu à Justiça a prisão do suspeito e aguarda decisão judicial. 


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.