publicidade
publicidade
Araguaína-TO, segunda, 14 de outubro de 2019
Siga a REDE TO

Rede 190

Polícia prende mulher acusada de ajudar marido a estuprar criança

Casal é investigado por crimes sexuais contra criança de apenas oito anos

15/03/2018 18h28 | Atualizado em: 25/03/2018 20h52

Divulgação/SSP-TO Maria de Fátima Pereira Nogueira, de 24 anos, foi presa na tarde desta quarta-feira, 14, em Buriti do Tocantins, no extremo norte do estado

REDAÇÃO
REDE TO


Um casal é suspeito de violentar sexualmente de uma criança de apenas oito anos de idade, em Buriti do Tocantins, no extremo norte do estado. Maria de Fátima Pereira Nogueira, de 24 anos, foi presa na tarde desta quarta-feira, 14. O marido dela, Gildazio Pereira da Silva, foi detido na época em que o caso chegou ao conhecimento das autoridades. 

De acordo com o delegado Edson José Lobato Borges, responsável pelas investigações, a criança foi forçada a praticar conjunção carnal com Gildazio, que, para cometer o crime, contou com a ajuda de Maria de Fátima. 

Quando o caso foi denunciado, Tanto Gildazio quanto Maria de Fátima foram detidos, mas ela acabou ganhando liberdade alguns dias depois. Recentemente, porém, a mulher foi condenada pela Justiça por corrupção de menores, tendo a sua prisão decretada novamente. 

Segundo a Polícia Civil (PC), Maria de Fátima foi levada para a carceragem da Cadeia Pública de Buriti, onde permanecerá à disposição do Poder Judidiário, em cela separada, aguardando transferência para uma das unidades prisionais femininas do Tocantins. Gildazio continuo preso aguardando julgamento pelo crime de estupro de vulnerável. 

Violência sexual

Ainda nesta quarta, a polícia prendeu, em Augustinópolis, também no extremo norte do Tocantins, Sandro do Vale Gomes, de 29 anos. Ele é suspeito de estuprar, no município, em dezembro de 2017, uma adolescente de 12 anos. O caso foi denunciado pela companheira do suspeito, madrasta da vítima. A violência sexual foi confirmada por meio de exame de conjunção carnal. Cumprido o mandato de prisão preventiva, o homem foi levado para a cadeia da cidade. 


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.