publicidade
publicidade
Araguaína-TO, terça, 26 de maio de 2020
Siga a REDE TO

Municípios

1º empreendimento da Via Lago deve gerar 300 empregos

26/03/2018 16h30 | Atualizado em: 27/03/2018 18h02

Divulgação/Marcos Filho O prédio de 14 mil metros quadrados do novo supermercado Campelo está com 80% das obras concluídas; previsão é que a unidade seja inaugurada ainda no primeiro semestre

A construção da Via Lago possibilitou a criação de mais um corredor comercial para Araguaína e já tem data para inauguração do primeiro empreendimento. O novo supermercado do Campelo tem abertura prevista ainda neste semestre. Inicialmente planejado para ter a fachada na Avenida Filadélfia, a rede alterou planta para ter a orla do Rio Lontra como paisagem.

O prédio de 14 mil metros quadrados está com 80% das obras concluídas. O prazo de mais três meses para a inauguração, segundo o diretor de marketing da empresa, Gerlan Fontes, é para que os equipamentos possam ser testados e a equipe de colaboradores seja contratada e treinada. Serão mais 263 empregos diretos em Araguaína, podendo chegar a 300, se contados os indiretos.

A construção também fez parte do saldo positivo de 1302 novos postos de trabalho criados na cidade no ano passado. De acordo com o levantamento da empresa, foram 350 empregos diretos na obra e cerca de 850 indiretos. O levantamento do Ministério do Trabalho e Emprego colocou a cidade na contramão de grande parte do país, sendo a 36ª cidade no País que mais criou empregos em 2017.

“Compramos o terreno em 2011 por visualizar o crescimento comercial das Avenidas Filadélfia e Neblina. Foi uma surpresa para nós a construção da Via Lago, um local com perspectivas muito grandes. Um presente para a cidade”, comentou a diretora do Campelo, Amanda Cardoso. Ela ainda contou que a nova unidade levou em consideração o aumento de consumo do Município, que ainda promete estar entre os maiores centros de desenvolvimento econômico até 2030.

Mais opções

Com a utilização de areia dragada de áreas de assoreamento no Lago Azul, a Prefeitura está construindo uma ilha artificial, onde haverá um restaurante. Além disso, dois quiosques serão construídos ao longo da Via Lago. A canalização de um trecho do Córrego Neblina dará origem a uma grande área que abrigará o Centro Cultural, o novo Centro Administrativo Municipal, um hotel e um Shopping Center, projeto que já está em fase de elaboração.

A obra

A Via Lago começa na foz do Córrego Neblina (no cruzamento com a Avenida Filadélfia) seguindo pelos setores Jardim das Mansões, Jardim do Lago, Lago Azul, Parque do Lago e Cidade Nova. A via já se tornou um ponto de turismo e lazer para a comunidade, e em breve se tornará também um importante corredor comercial.

A nova avenida conta com luminárias de LED com rede subterrânea, pistas duplas, ciclovias, áreas verdes e um calçadão com grafismos inspirados nos povos indígenas, especialmente os Karajá. A ideia foi do prefeito Ronaldo Dimas devido ao contexto regional e cultural da obra e para fazer uma homenagem aos primeiros habitantes da região.

Na primeira etapa da Via Lago, foram investidos R$ 5 milhões, com recursos do Município, quando foi feita parte da terraplanagem. Para a segunda etapa, o Governo Federal e o Município disponibilizaram recursos de R$ 13,5 milhões, com contribuição na liberação de recursos dos senadores João Ribeiro e Vicentinho Alves e do deputado federal César Halum.

 

Da Ascom/Prefeitura

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.