publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sexta, 22 de novembro de 2019
Siga a REDE TO

Municípios

Município vira exemplo por clínica-escola para autistas

10/04/2018 23h44 | Atualizado em: 10/04/2018 23h56

Divulgação/Marcos Filho Profissionais que lidam com autistas em Imperatriz (MA) conheceram mais sobre a clínica em Fórum realizado no último sábado, 7; o Município quer implantar uma instituição nos mesmos padrões araguainenses

A Clínica-Escola Mundo Autista de Araguaína é modelo para outros municípios brasileiros. Profissionais que lidam com autistas em Imperatriz, no Maranhão, puderam conhecer um pouco mais sobre a escola, no 2º Fórum da Associação de Familiares e Amigos de Pessoas com Autismo de Imperatriz (Afagai). O evento aconteceu no último sábado, 7, e participantes falaram sobre o desejo de construir uma clínica-escola, nos mesmos padrões araguainenses, naquele município.

O Fórum teve como tema: “Em busca de novas práticas terapêuticas e pedagógicas para efetivação e foco no resultado do tratamento da pessoa com Transtorno do Espectro Autista (TEA)”

Uma das palestrantes do Fórum foi a diretora de Ensino Especial da Secretaria Municipal de Educação de Araguaína, Ana Paula Sousa de Oliveira da Silva. “Foi muito gratificante apresentar um projeto tão importante para a gestão municipal, que visa proporcionar qualidade em atendimentos voltados para o desenvolvimento de todos os alunos com TEA”, disse.

De acordo com a diretora, a discussão sobre a implantação desse serviço em outras regiões do país é fundamental para a melhoria do atendimento voltado a pessoas com Transtorno do Espectro Autista. “Buscamos levar a nossa experiência e contribuir para que serviços como este sejam reconhecidos e valorizados, pois apesar dos grandes desafios, temos conquistado excelentes resultados no processo de inclusão escolar dos alunos atendidos na Clínica Escola".

Clínica Mundo Autista

Em 2016, foi fundada a Associação Mundo Autista em Araguaína. No mesmo ano, a Prefeitura de Araguaína criou a Clínica-Escola Mundo Autista, a terceira no Brasil e primeira na região Norte. Administrada pela associação, a clínica atende a aproximadamente 450 pessoas com algum grau de Transtorno do Espectro Autista (TEA) e cerca de 200 usuários, com terapias e consultas médicas, atendidos mensalmente.

 

Da Ascom/Prefeitura

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.