publicidade
publicidade
Araguaína-TO, quinta, 22 de abril de 2021
Siga a REDE TO

Estado

MPE busca solução para problemas em laboratórios

16/04/2018 18h59 | Atualizado em: 16/04/2018 19h23

Divulgação Ministério Público ingressou com uma Ação Civil Pública cobrando providências quanto a problemas constatados em laboratórios de hospitais públicos da capital

O Ministério Público Estadual (MPE) ingressou com Ação Civil Pública na Justiça, na última quinta-feira, 12, para obrigar o Estado a corrigir uma extensa lista de irregularidades detectadas nos serviços dos laboratórios de análises clínicas existentes no Hospital Geral de Palmas (HGP), no Hospital e Maternidade Dona Regina e no Hospital Infantil de Palmas.

As irregularidades são referentes, sobretudo, ao processo de trabalho, relativas a questões como controle de qualidade, normas de biossegurança, treinamento de pessoal e gerenciamento de resíduos. Também foram encontrados problemas relacionados aos equipamentos e infraestrutura disponíveis e aos reagentes químicos utilizados.

Os problemas foram detectados em vistorias técnicas realizadas pelo Laboratório Central do Estado do Tocantins (Lacen), requisitadas pelo Ministério Público, por ocasião da investigação desses serviços.

Na Ação Civil Pública, a Promotora de Justiça Maria Roseli de Almeida Pery explica que normas legais e regulamentares estão sendo descumpridas, podendo comprometer a precisão dos serviços laboratoriais e acarretar o agravamento do quadro de saúde dos pacientes que utilizam os serviços destes três hospitais. Ela requer que as falhas específicas de cada unidade sejam corrigidas, inclusive em caráter urgente, por meio de decisão liminar.

O maior número de irregularidades foi encontrado no laboratório do HGP, sendo concluído que, embora grande parte das normas estejam sendo cumpridas, o sistema de gestão da qualidade do laboratório encontra-se em fase de implantação e não atende satisfatoriamente aos procedimentos técnicos e de equipamentos, impossibilitando que seja apresentada uma linha de rastreabilidade e de auditoria.

Sobre a unidade laboratorial do Hospital Infantil de Palmas, foi avaliado que precisam ser corrigidas questões relacionadas à infraestrutura física, realizada a manutenção preventiva dos equipamentos e cumprido o Plano de Gerenciamento de Resíduos dos Serviços de Saúde e o manual de biossegurança, entre outras providências. A unidade encaminha todos os exames coletados para o laboratório do HGP.

Acerca da unidade do Hospital e Maternidade Dona Regina, avaliou-se que possui boas condições de funcionamento, mas pode aperfeiçoar a qualidade e confiabilidade dos serviços.

Os serviços laboratoriais dos três hospitais são executados pela empresa Neolab Laboratório Clínico LTDA, prestadora de serviços ao Estado do Tocantins.

 

Da Ascom/MPE-TO

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.