publicidade
publicidade
Araguaína-TO, quarta, 03 de junho de 2020
Siga a REDE TO

Estado

"Estado não pode ficar parado", afirma Carlesse ao empossar equipe

20/04/2018 10h55 | Atualizado em: 20/04/2018 12h10

Fotos: Divulgação/Lia Mara Pela segunda vez no comando do Palácio Araguaia, Mauro Carlesse (PHS) deu posse a mais de 30 auxiliares de seu governo

REDAÇÃO
REDE TO


Após tomar posse novamente como governador interino do Tocantins, nesta quinta-feira, 19, Mauro Carlesse (PHS) deu 
posse a mais de 30 auxiliares do seu governo. Além dos secretários anunciados na primeira vez em que esteve no comando do Palácio Araguaia, foram empossados mais cinco nomes para o primeiro escalão.

”As ações da nossa primeira etapa foram interrompidas e o Estado não pode ficar parado. Essas ações devem ser retomadas com determinação, nesse momento de transição, em que precisamos de união para fazer um bom trabalho”, afirmou Carlesse.

O governador em exercício explicou quais áreas serão prioritárias em sua gestão. “Temos que pensar em colocar o Tocantins a serviço da população, principalmente em áreas vitais para a sociedade, como educação, saúde, segurança pública e infraestrutura”, destacou, lembrando a situação das rodovias estaduais que, segundo disse, precisam ser recuperadas com urgência, para não colocar em risco a vida dos usuários.

Carlesse garantiu ainda a realização da 18ª edição da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins), prevista para ocorrer de 8 a 12 de maio. Neste ano, o evento, lançado na última segunda-feira, 16, pelo governador cassado Marcelo Miranda (MDB), tem como tema a sustentabilidde na agroindústria. 

A equipe de Marcelo Miranda, formada por dezenas de secretários, subsecretários, presidentes de institutos e órgãos, foi toda exonerada pelo governador interino. 

Nomes

Confira, abaixo, os nomes escolhidos para compor o governo interino de Mauro Carlesse:

1 - Adriana da Costa Pereira Aguiar - secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes;

2 - Alberto Mendes da Rocha - presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec);

3 - Alon Nery Amaral - secretário-chefe da Casa Militar;

4 - Augusto de Rezende Campos - reitor da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins);

5 - Carina Teixeira Marinho de Oliveira Rabello - secretária particular do governador e do secretária-geral de Governo e Articulação Política;

6 - Claudinei Aparecido Quaresmin - secretário de Estado da Infraestrutura, Habitação e Serviços Públicos;

7 - Colemar Natal Câmara Ferreira Nunes de Melo - presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran);

8 - Dearley Kuhn - secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Cultura e Turismo;

9 - Deusiano Pereira de Amorin - secretário de Estado da Segurança Pública;

10 - Divino Allan Siqueira - chefe de Gabinete do Governador;

11 - Divino José Ribeiro - presidente do Instituto de Terras do Tocantins (Itertins);

12 - Heber Luis Fidelis Fernandes - secretário de Estado da Cidadania e Justiça;

13 - João Francisco de Aguiar (João Neto) - secretário de Estado da Comunicação Social;

14 - Jorge Kleber Neiva Brito - presidente do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins);

15 - José Messias Alves de Araújo - presidente do Banco do Empreendedor;

16 - Nivair Vieira Borges - procurador-geral do Estado;

17 - Reginaldo Leandro da Silva - Comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado;

18 - Renato Jayme da Silva - secretário de Estado da Saúde;

19 - Roberta Maria Pereira Castro - presidente da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS);

20 - Roberval Alves Pereira Pimenta - presidente da Agência Tocantinense de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (ATR);

21 - Rolf Costa Vidal - secretário-chefe da Casa Civil;

22 - Sandro Henrique Armando - secretário de Estado da Fazenda;

23. Senivan Almeida de Arruda - secretário-chefe da Controladoria Geral do Estado (CGE);

24 - Sharlles Fernando Bezerra Lima - presidente do instituto de Gestão Previdenciária do Estado (Igeprev);

25 - Vanessa Alencar Pinto - presidente da Junta Comercial do Estado (Jucetins);

26 - Virgílio da Silva Azevedo - presidente da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto)

27 - Wande Mary Almeida de Oliveira Santos - secretária de Estado do Trabalho e Assistência Social;

28 - Bruno Barreto Cesarino - subsecretário da Casa Civil;

29 - Dilma Cadeira de Moura - subsecretária da Fazenda;

30 - Wagner da Costa Quintanilha - vice-presidente da Fundação Radiodifusão Educativa do Estado (Redesat);

31 - 
Maurílio Ricardo Araújo - presidente da Agência de Fomento do Tocantins.

Indefinição

Carlesse fica no comando do Poder Executivo estadual até a realização das eleições suplementares, marcadas para o dia 3 de junho, ou pelo menos até o julgamento do novo recurso apresentado pela defesa de Marcelo Miranda no Supremo Tribunal Federal. O advogado dele, Antônio Glaucius de Morais, ingressou, na última quarta, 18, com um pedido no STF para reverter a cassação confirmada esta semana pelo Tribunal Superior Eleitoral. O processo está com o ministro Gilmar Mendes, que, aliás, é o responsável pela liminar que devolveu, no dia 6 de abril, Marcelo ao cargo de governador e Claudia Lelis (PV) ao de vice.

 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.