publicidade
publicidade
Araguaína-TO, terça, 20 de abril de 2021
Siga a REDE TO

Municípios

Emoção marca início das atividades da UTI infantil de Araguaína

Unidade de Terapia Intensiva recebeu seus primeiros pacientes esta semana

23/04/2018 19h43 | Atualizado em: 25/04/2018 12h32

Fotos: Divulgação/Marcos Filho Luís Eduardo Tolentino e a esposa Mayara Cabral perderam uma filha por não ter UTI disponível na cidade em 2016, hoje fazem parte da associação AMA

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica do Hospital Municipal Dr. Eduardo Medrado recebeu nesta segunda-feira, 23, seus primeiros pacientes. São duas crianças que já estavam internadas no hospital. Uma benção dos leitos foi realizada durante a manhã, com a presença de representantes da Prefeitura, Estado, Associação das Mães que Amam (AMA), Ministério Público Estadual (MPE/TO) e representantes da sociedade.

A Superintendente de Atenção Especializada, Maria Dulcimary Fonseca, disse que o cronograma da área técnica estabeleceu esta data para início das atividades. “Como critério de segurança, os primeiros pacientes são os que já estão no hospital, que têm esse perfil para a UTI. Aos poucos iremos abrir os leitos para a regulação estadual”, explicou.

Emoção

A benção aos leitos, presidida pelo padre Jarbas Assunção Serpa, da capela Dom Orione, foi marcada por muita emoção. “Às vezes falta boa vontade e quando todos se unem conseguem um bem comum”, disse o padre.

Luís Eduardo Tolentino e a esposa Mayara Cabral perderam uma filha por não ter UTI disponível na cidade em 2016. Ele falou da alegria que sente com o funcionamento da unidade na cidade. “Minha filha precisava ser tratada aqui, sem os desgastes da remoção. E foi um peso na consciência não ter lutado por isso antes, porque só esperamos que alguém faça, mas é nosso dever também cobrar a responsabilidade do poder público. Voltamos pra casa sem a nossa Helena”.

A médica Ludmila Passos também falou sobre a emoção muito grande que sentia ao ver a unidade iniciar as atividades. “Nossa equipe irá procurar dar mais dignidade e conforto para as crianças que precisam da gente. A nossa missão é ter sempre esse espirito de procurar salvar vidas, fazer o possível e o impossível para garantir a vida. Claro que Deus é o senhor de tudo e se não há jeito, que sejamos o conforto às famílias”.

UTI
 

A UTI vai atender crianças com 28 dias de nascidas até 14 ou 18 anos, conforme rotinas hospitalares internas, e será mantida por meio de um financiamento tripartite, uma cooperação entre Município, Estado e Governo Federal. A obra para sua implantação, executada pela Prefeitura de Araguaína, contou com investimentos na ordem de R$ 440 mil e ficou pronta em outubro do ano passado. 


Com Ascom/Prefeitura

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.