publicidade
publicidade
Araguaína-TO, terça, 12 de novembro de 2019
Siga a REDE TO

Estado

Influenza: Com 4 casos confirmados, TO tem 1ª morte por vírus em 2018

Uma moradora de Lagoa do Tocantins morreu após contrair o Influenza B

04/05/2018 12h36 | Atualizado em: 07/05/2018 20h02

Ilustração Morte de moradora do município de Lagoa do Tocantins de 44 anos é a primeira causa pelo vírus Influenza no Tocantins em 2018

REDAÇÃO
REDE TO


O Tocantins teve a primeira morte confirmada pelo vírus Influenza B em 2018. A vítima é uma mulher de 44 anos que morreu em abril, no município de Lagoa do Tocantins, na região leste do estado. A comprovação foi feita pelo Laboratório Central de Saúde Pública, em Palmas. Além deste, o Lacen identificou outros três casos de contaminação pelo Influenza no Tocantins. 

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, os pacientes infectados são duas crianças, uma de cinco e outra de um ano e 11 meses, e um jovem de 18. Todos estão em tratamento. Também com Influenza B, o menino de cinco, morador de Pium, passou pela fase crítica da doença e se recupera bem. Contaminada pelo H1N1, a criança de quase dois anos, que reside em Palmas, também está fora de perigo. Já o jovem foi levado do Tocantins para o Instituto Adolfo Lutz (IAL), em São Paulo. 

A moradora de Lagoa do Tocantins que morreu vítima do Influenza B não teve o nome divulgado. O resultado do exame que confirmou a contaminação pelo vírus foi conhecido pelas autoridades de Saúde no último dia 30 de abril, mas só agora, a Sesau resolveu tornar pública a informação.

A secretaria afirma que o número de casos está dentro dos padrões observados nos anos anteriores. Em 2017, o Tocantins teve 31 casos de Influenza, 23 do tipo A (H1N1 e H3N2) e oito do tipo B. Não houve mortes. Já em 2016, foram confirmados quatro casos de contaminação por H1N1 e um por Influenza B.

Vacinação


A vacina contra os vírus da Influenza é distribuída pelo governo federal aos estados e municípios. Considerada trivalente, ela protege contra a Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e a Influenza B. A campanha de imunização segue até o dia 1º de junho em todas as cidades do Tocantins. 

São o público-alvo da mobilização: crianças a partir de seis meses e menores de cinco anos: gestantes em qualquer idade gestacional; puérperas com até 45 dias após parto; idosos a partir de 60 anos; portadores de doenças crônicas; profissionais da saúde; professores; população indígena; presos e menores apreendidos; e funcionários do sistema prisional. 

Influenza

A influenza ou gripe é uma infecção aguda do sistema respiratório, ocasionada pelo vírus influenza, com elevado potencial de transmissão. Inicia-se com febre, dor muscular, e tosse seca. Em geral, tem evolução por período limitado, em geral de um a quatro dias, mas pode se apresentar forma grave.

Existem três tipos de vírus influenza que circulam no Brasil: A, B e C. O tipo C causa apenas infecções respiratórias brandas, não possui impacto na saúde pública, não estando relacionado com epidemias.

O vírus influenza A e B são responsáveis por epidemias sazonais, sendo o vírus influenza A responsável pelas grandes pandemias (A/H1N1pdm09 e A/H3N2).


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.