publicidade
publicidade
Araguaína-TO, quarta, 18 de setembro de 2019
Siga a REDE TO

Municípios

UTI Infantil de Araguaína é interditada um mês após inauguração

25/05/2018 20h18 | Atualizado em: 25/05/2018 20h44

Divulgação/Marcos Filho Por causa de irregularidades, Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica de Araguaína foi interditada pela Justiça

REDAÇÃO
REDE TO


Um mês após ser inaugurada, a Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica do Hospital Municipal de Araguaína, na região norte do Tocantins, foi interditada por 30 dias por decisão do juiz Herisberto Silva Furtado Caldas. 
De acordo com o Ministério Público Estadual, autor do pedido de suspensão dos atendimentos, foram constatadas uma série de irregularidades no espaço. 

A promotora de justiça Araína Cesárea Ferreira, responsável pelo caso, aponta vários problemas na UTI, entre eles o uso de cortinas em desacordo com as normas sanitárias, irregularidades na rede de gases, falta de materiais e medicamentos, além de falhas nas equipes médica e de enfermagem.

Na ação, o MPE afirma que, desde o começo de maio, vem requerendo do governo do estado, por meio da secretaria de Estado da Saúde (Sesau), que apresente informações sobre os profissionais que atendem na unidade (nome, registro e escala) e um relatório com as pendências para o funcionamento de todos os leitos da UTI. 

O juiz Herisberto determinou que no dia 29 de maio seja realizada uma inspeção judicial para verificar a situação da unidade. 

Durante o prazo de suspensão, de até 30 dias, o governo do estado e a prefeitura de Araguaína deverão corrigir as irregularidades constatadas, sob pena de multa e de responderem por crime e ato atentatório à dignidade da Justiça. No dia 06 de junho, uma audiência irá verificar se a decisão foi cumprida pelo poder público. 
 
Sobre a UTI

Localizada no Hospital Municipal Dr. Eduardo Medrado, a UTI Infantil de Araguaína foi entregue no dia 23 de abril deste ano. Com dez leitos, a unidade é planejada para atender crianças com 28 dias de nascidas até 14 ou 18 anos. O espaço conta com financiamento tripartite, uma cooperação entre município, estado e governo federal.


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.