publicidade
publicidade
Araguaína-TO, domingo, 22 de setembro de 2019
Siga a REDE TO

Estado

TSE autoriza todos os candidatos na disputa ao governo do Tocantins

29/05/2018 20h11 | Atualizado em: 29/05/2018 21h33

Imagem 1: Fotomontagem REDE TO; Imagem 2: Divulgação/TRE Sete nomes irão concorrer ao governo do Tocantins nas eleições suplementares marcadas para o próximo domingo, 3 de junho

REDAÇÃO
REDE TO


Em decisão unânime, na noite desta terça-feira, 29, o Tribunal Superior Eleitoral aceitou o registro de todas as candidaturas apresentadas ao governo do Tocantins nas eleições suplementares marcadas para o próximo domingo, 03.

O TSE decidiu flexibilizar o prazos que trouxeram questionamentos judiciais às candidaturas de Carlos Amastha (PSB), Kátia Abreu (PDT), Márlon Reis (Rede), Mário Lúcio Avelar (PSOL) e Mauro Carlesse (PHS). Com isso, os quatro mais Vicentinho Alves (PR) e Marcos de Souza (PRTB), já confirmados anteriormente pelo Tribunal Regional Eleitoral, poderão participar do pleito. 

O relator dos processos, ministro Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, defendeu menos rigidez com relação aos prazos eleitorais, destacando que eles podem ser alterados em casos excepcionais como em uma eleição suplementar. 
Essa penca de processos envolve a eleição suplementar no próximo domingo. A proposta que eu trago é de flexibilização de todos os prazos que estão em discussão. Tanto o prazo de desincompatibilização, como a questão da filiação partidária, como a questão do domicilio eleitoral", afirmou. 

Tarcísio justificou seu posicionamento citando o princípio da soberania popular. "No domingo, quem vai dizer sobre os melhores candidatos, não é a Justiça Eleitoral, mas o eleitor do Estado do Tocantins", declarou o ministro. O entendimento dele foi seguido pelos demais. 

Questionamentos

Amastha era questionado por descumprir o prazo de descompatibilização. O ex-prefeito de Palmas renunciou ao cargo no dia 3 de abril, ou seja, dois meses antes da eleição suplementar e não seis meses como determina a legislação eleitoral.

Kátia, por sua vez, não tinha obedecido o prazo de filiação partidária, que também é de seis meses. A senadora ingressou no PDT no dia 2 de abril. 

Já Márlon foi alvo de questionamento por que não tinha transferido o domicídio eleitoral para o Tocantins dentro do prazo legal de um ano. 

Por fim, Mauro Carlesse podia ser barrado por causa do vice, Wanderlei Barbosa (PHS), que assim como Kátia Abreu, não tinha cumprido o prazo de filiação partidária. 

Sub judice

No caso de Mário Lúcio Avelar, do PSOL, o ministro relator informou que ele concorrerá sub judice porque não foi possível concluir o voto sobre o candidato.

Eleições

Na tarde desta terça, o Tribunal Regional Eleitoral realizou uma coletiva, em Palmas, dando detalhes sobre o processo logístico das eleições suplementares. O presidente do TRE, Marco Villas Boas, confirmou a informação divulgada na segunda, 28, de que não há qualquer possibilidade de cancelamento ou adiamento do pleito por causa da greve dos caminhoneiros

De acordo com Villas Boas a normalidade da eleição está garantida por meio de ação conjunta com diversas forças do Exército, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar. “Conseguimos desenvolver um planejamento, fazer um comboio com combustíveis e entrar em Palmas e reabastecer os postos de gasolina e, também, da mesma forma, no interior para que a população tenha no dia 3 de junho a liberdade de locomoção e trânsito e exercer os seus direitos, principalmente o direito de voto, porque as liberdades devem ser garantidas ao extremo”, explicou. 

História

Para conhecer um pouco da história dos sete candidatos a governador nas eleições suplementares, clique aqui


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.