publicidade
publicidade
Araguaína-TO, terça, 12 de novembro de 2019
Siga a REDE TO

Estado

Homem é preso após usar WhatsApp para avisar sobre blitz no TO

É a 2ª pessoa presa este ano por divulgar locais de blitz no Tocantins

04/06/2018 16h04 | Atualizado em: 06/06/2018 13h34

Divulgação/PM-TO Em mensagens de áudio compartilhadas pelo WhatsApp, homem de 30 anos, morador de Tocantinópolis, avisou sobre local onde estava acontecendo uma blitz policial

REDAÇÃO
REDE TO


A Polícia Militar do Tocantins tem intensificado o combate a um crime muito comum praticado na internet: a divulgação de locais de realização de blitz de trânsito. No último sábado, 02, um homem, de 39 anos, foi preso, em Tocantinópolis, no extremo norte do Tocantins, suspeito de usar um aplicativo para informar onde ocorreria uma fiscalização policial. 

A PM disse que estava monitorando grupos no WhatsApp quando se deparou com mensagens de áudio publicadas pelo homem que foi detido informando sobre um blitz. Depois de identificar o suspeito, os policiais foram até a casa dele e o prenderam. 

O homem confessou que ser o autor dos áudios e disse que usou o celular do filho para divulgá-los. O suspeito foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Tocantinópolis. Ele deve ser indiciado pelo crime previsto no artigo 265 do Código Penal.

O dispositivo legal prevê que "atentar contra a segurança ou o funcionamento de serviço de água, luz, força ou calor, ou qualquer outro de utilidade pública" como a segurança é crime passível de pena de reclusão, de um a cinco anos, além de multa. 

Em janeiro, uma mulher de 30 anos já tinha sido preso, em Gurupi, na região sul do Tocantins, depois de ser flagrada usando o WhatsApp para informar o local onde estava acontecendo uma blitz. 

Segundo a PM, este tipo de divulgação compromete a fiscalização de crimes, como no caso de motoristas que dirigem bêbados ou com veículos roubados. 


 

Leia sobre: AplicativoBlitzCrimeGurupi PMPrisãoTocantinopólisTocantinsWhatsApp
Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.