publicidade
publicidade
Max:32° Min:22°
Araguaína
Araguaína-TO, quinta, 22 de novembro de 2018
Siga a REDE TO

Estado

Homem que matou outro por causa de política é condenado no TO

26/06/2018 15h46 | Atualizado em: 26/06/2018 16h28

Ilustração illians da Luz Coimbra foi condenado a 12 anos de reclusão por matar a facadas João Ferreira da Luz

REDAÇÃO
REDE TO


O júri condenou um homem acusado de matar outro durante uma discussão política, em Formoso do Araguaia, na região sul do Tocantins. O crime aconteceu em dezembro de 2015. Willians da Luz Coimbra foi sentenciado a 12 anos de cadeia pela morte de João Ferreira da Luz.

De acordo com a denúncia do Ministério Público Estadual, Willians e João estavam em uma bar, na cidade, quando tiveram um desentendimento. Com opiniões diversas sobre a política local, os dois bateram boca e fizeram ameaças. A discussão evoluiu para luta corporal. Acusado e réu trocaram agressões físicas e só pararam quando terceiros interviram. 

Willians, porém, estava decidido a fazer valer as ameaças que fez à vítima. Depois que  João deixou o bar, o réu foi até a residência onde ele estava hospedado e o surpreendeu com golpes de faca no braço esquerdo e tórax. O homem morreu no local. 

Após analisar os argumentos contidos na denúncia feita pelo MPE e as teses apresentadas pela defesa, o conselho de sentença decidiu condenar Willians por homicídio qualificado por motivo torpe (motivação fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima).  

O réu foi sentenciado pelo juiz presidente do Tribunal do Júri, Luciano Rosttrolla, a 12 anos de reclusão, em regime fechado.


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.

  • Aguarde novas notícias.