publicidade
publicidade
Max:32° Min:22°
Araguaína
Araguaína-TO, quinta, 22 de novembro de 2018
Siga a REDE TO

Estado

Site de sexo virtual é retirado do ar após fazer vítimas no TO

Usuários do site procuraram a polícia para denunciar tentativas de extorsão

13/09/2018 11h41 | Atualizado em: 14/09/2018 20h08

Ilustração Polícia Civil do Tocantins bloqueou site brasileiro de relacionamentos depois que usuários alegaram ter sido vítimas de extorsão

REDAÇÃO
REDE TO


Em cumprimento de uma decisão judicial, a Polícia Civil do Tocantins bloqueou um site brasileiro que disponibilizava, mediante pagamento, serviços de natureza sexual. A página foi retirada do ar depois que a PC recebeu relatos de usuários que afirmam terem sido vítimas de extorsão.

Segundo a delegada Milena Santana de Araújo Lima, titular da Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos de Palmas,
uma das vítimas contou, em depoimento, que após clicar na imagem de uma das possíveis colaboradoras do site, foi redirecionada para uma chamada de vídeo do aplicativo Whatsapp, passando a interagir com pessoa do sexo feminino.

A vítima relatou ainda que, ao encerrar a chamada, passou a receber mensagens exigindo o pagamento de quantia em dinheiro sob pena de divulgação na internet de imagens suas capturadas sem o seu conhecimento ou autorização.

“Confirmou-se a existência de mais vítimas, inclusive, em outro estado, adotando-se as medidas judiciais cabíveis para individualização da autoria, bloqueio do site e das contas utilizadas para o recebimento das vantagens ilícitas”, explicou a delegada.

Milena Santana afirmou que a polícia trabalha, agora, para identificar os responsáveis pelo site para buscar a responsabilização deles perante a Justiça. A pena para o crime de extorsão é de 4 a 10 anos de reclusão, e multa. 


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.

  • Aguarde novas notícias.