publicidade
publicidade
Max:28° Min:22°
Araguaína
Araguaína-TO, quarta, 12 de dezembro de 2018
Siga a REDE TO

Estado

Homem acusado de matar companheira a facadas é condenado no Tocantins

05/12/2018 11h11 | Atualizado em: 10/12/2018 22h07

Divulgação Ronair Barreto Lima recebeu uma pena de 18 anos de reclusão pelo assassinato da própria esposa, Rosilene Pinheiro de Souza, em Araguaçu, na região sul do Tocantins

REDAÇÃO
REDE TO


Um lavrador foi condenado por feminicídio, nesta terça-feira, 12, em Araguaçu, na região sul do Tocantins. Ronair Barreto Lima recebeu uma pena de 18 anos de reclusão pelo assassinato da própria esposa, Rosilene Pinheiro de Souza. 

O crime aconteceu no dia 9 de julho deste ano, no setor Vale do Araguaia. Rosilene foi morta a facadas dentro da residência do casal. 

Como se trata de crime contra a vida, Ronair foi pronunciado, sendo submetido a júri popular. Ao analisar o caso, os jurados acataram a tese apresentada pelo Ministério Público Estadual (MPE), de que o lavrador foi o responsável pela morte de Rosilene.

O Conselho de Sentença entendeu que Ronair praticou o crime de feminicídio (assassinato de mulher cometido em razão do gênero), c
om a qualificadora do recurso que dificultou ou tornou impossível a defesa da vítima. 

Ao proferir a sentença, o juiz Nelson Rodrigues da Silva, que presidiu o Júri, levou em conta os antecedentes criminais do acusado e a conduta social “reprovável” do lavrador. Ronair foi condenado a 18 anos e nove meses de reclusão, em regime fechado.

 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.