publicidade
publicidade
Araguaína-TO, quarta, 19 de junho de 2019
Siga a REDE TO

Estado

Presos reduzem pena com limpeza de praças públicas

13/02/2019 12h21 | Atualizado em: 15/02/2019 17h32

Divulgação/Seciju Projeto desenvolvido pela cadeia de Araguatins permite que presos trabalhem em troca de redução de pena

REDAÇÃO
REDE TO


Em Araguatins, no extremo norte do Tocantins, um projeto desenvolvido pela cadeia local com a prefeitura, tem possibilitado a 14 detentos, que cumprem pena na unidade prisional, a diminuição da pena por trabalho. Os presos estão participando da revitalização das praças do município em ações que envolvem a limpeza e jardinagem dos espaços públicos.

Oficializada junto ao Poder Judiciário, a parceria permite que a cada três dias trabalhados, um dia seja subtraído da pena. “A maior parte deles quer trabalhar, remir a pena e ocupar o tempo ocioso. Logo, procuramos firmar essa parceria com a prefeitura para possibilitar o trabalho e a reintegração social, inclusive, a comunidade interage bastante e incentiva os reeducandos”, destaca o chefe de segurança, Adenilson Barros Nascimento. 

"É uma via de mão dupla, pois nossos reeducandos têm contribuído bastante com o município, conseguem remir a pena e trabalhar em benfeitorias no que diz respeito à limpeza e zelo da coisa pública, sentem-se úteis e enxergam outros caminhos”, explicou o diretor da unidade
, Heberson Vieira de Sousa.

Outros projetos

Além da parceria com a prefeitura, a cadeia mantém outra com o Instituto Federal do Tocantins (IFTO) – Campus Araguatins, onde é desenvolvida uma horta. Adenilson explica que a horta surgiu a partir de um curso de formação continuada com certificação para os detentos, ofertado pelo IFTO como projeto de extensão acadêmica. “A prefeitura cedeu um terreno para implantar a horta e por meio da Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais também ofertou uma caixa d’água com capacidade de três mil litros para fins de irrigação da horta”, disse.

Os vegetais e legumes produzidos também são comercializados pelos detentos. “A venda dos produtos da horta contribui na atenção de pequenos reparos e necessidades na unidade”, conta o chefe de segurança.


 

Leia sobre: AraguatinsCadeiaPraçasPrefeituraSecijuTrabalho
Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.