publicidade
publicidade
Araguaína-TO, segunda, 19 de agosto de 2019
Siga a REDE TO

Estado

Abandono: Veículos atolam na rodovia que liga Itacajá a Itapiratins

Ministério Público abriu inquérito para investigar a situação da TO-239/431

15/02/2019 17h01 | Atualizado em: 18/02/2019 17h30

Fotos: Divulgação O Ministério Público abriu inquérito para investigar a situação da TO-239/431, que liga Itacajá a Itapiratins, na região nordeste do Tocantins

REDAÇÃO
REDE TO

 

O Ministério Público Estadual (MPE) instaurou, nesta quinta-feira, 14, um inquérito para investigar a situação da TO-239/431, que liga Itacajá a Itapiratins, na região nordeste do Tocantins. 

O promotor de justiça Rogério Mota, responsável pelo caso, afirma que a estrada não é pavimentada e, segundo informações dos usuários, não passa por manutenção há pelo menos um ano. A precariedade foi constatada por meio de registros fotográficos e vídeos, além de declarações da comunidade local.

O prefeito de Itacajá, Cleoman Correia (PR), informou que acionou por diversas vezes o governo estadual para solucionar o problema, mas nenhuma reposta foi apresentada.

“Além do transporte intermunicipal, a rodovia é utilizada para o transporte escolar de estudantes da zona rural da comarca, sendo que tais condições colocam em risco as crianças e adolescentes que necessitam da locomoção para frequentar as aulas”, argumentou o promotor. 

Melhorias em rodovias

Na semana passada, foi divulgado o resultado de uma licitação, no valor de R$ 66 milhões, para recuperação e reconstrução de rodovias no Tocantins. Um consórcio formado por três empresas venceu o processo licitatório e será chamado para executar os trabalhos. O contrato deve ser assinado ainda este mês, mas liberação dos recursos depende de autorização do Banco Mundial. 


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.

  • Aguarde novas notícias.