publicidade
publicidade
Araguaína-TO, Monday, 25 de March de 2019
Siga a REDE TO

Estado

BRK é autuada após moradores ficarem sem água em Dianópolis

26/02/2019 17h25 | Atualizado em: 12/03/2019 22h15

Divulgação A concessionária alega que o problema foi ocasionado por causa das fortes chuvas dos últimos dias

REDAÇÃO
REDE TO


O Procon Tocantins autuou, nesta terça-feira, 26, a BRK Ambiental, por má prestação de serviço no em Dianópolis, na região sudeste do Tocantins. O órgão de Defesa do Consumidor recebeu várias denúncias referentes à instabilidade no fornecimento de água no município desde o último domingo, 24.

De acordo com os moradores, o problema tem afetado toda população local. O superintendente do Procon/TO, Walter Viana, destaca que por se tratar de um serviço essencial, é necessário que as medidas sejam emergenciais e a solução seja imediata.

A instabilidade nos serviços infringe o Art. 22 do Código de Defesa do Consumidor (CDC), no qual determina que as concessionárias “são obrigadas a oferecer serviços adequados, eficientes e seguros e, quanto aos essenciais, contínuos”.

"É inadmissível que tais situações sejam recorrentes e cause danos aos consumidores. O número de reclamações é alto e estamos atuando de acordo com o que determina o CDC”, explicou Viana, destacando que, após a autuação, a concessionária tem até 10 dias para apresentar defesa e, caso o problema persista, novas autuações poderão realizadas.

Posicionamento

Em nota encaminhada à REDE TO, a BRK Ambiental esclareceu que a "falta de água na cidade foi ocasionada por problemas decorrentes das fortes chuvas dos últimos dias".

A empresa afirma quem, "na madrugada desta terça-feira, o serviço foi normalizado e o abastecimento está em recuperação, com a maior parte da cidade já abastecida e normalização total durante a noite de hoje".

A concessionária informou ainda que dará as explicações solicitadas em resposta ao Procon

Denúncias

Em caso de denúncias, o cidadão deve fazer contato com o Procon por meio do Disque Procon 151 e também com os núcleos nos endereços disponíveis neste link. Para formalizar a denúncia é preciso checar bem as informações, apresentar comprovantes e fotos para subsidiar as ações de fiscalização.    


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.