publicidade
publicidade
Araguaína-TO, Sunday, 24 de March de 2019
Siga a REDE TO

Municípios

Prefeito e secretário são investigador por perseguição

12/03/2019 21h29 | Atualizado em: 13/03/2019 15h29

Divulgação Prefeito de Tocantinópolis, Paulo Gomes de Souza (PSDB) é acusado de perseguição política e assédio moral contra servidores que não apoiaram a candidatura dele no último pleito

REDAÇÃO
REDE TO


O Ministério Público Estadual (MPE) instaurou inquérito para investigar a suposta prática de atos de improbidade administrativa por parte do prefeito de Tocantinópolis, Paulo Gomes de Souza (PSDB), e do secretário municipal de Administração, Finanças e Meio Ambiente, Delvani Souza de Paula.

Segundo a promotora de justiça Cynthia Assis de Paula
, o MPE recebeu denúncia de que os gestores estariam praticando assédio moral e perseguição política contra servidores municipais. 

No caso do prefeito Paulo Gomes, a representante do Ministério Público afirma que ele estaria se utilizando de afirmações e documento falsos para coagir servidores que não apoiaram a candidatura dele no último pleito.

O secretário municipal, por sua vez, teria usado uma arma de fogo para intimidar servidores no interior de uma repartição p
ública.

Na portaria de instauração, a promotora determinou a realização de várias diligências e designou a oitiva de testemunhas.

O espaço está aberto para que o prefeito Paulo Gomes e o secretário Delvani Souza se manifestem. O email para envio de notas é [email protected]


Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.