publicidade
publicidade
Araguaína-TO, quarta, 18 de setembro de 2019
Siga a REDE TO

Rede 190

Invasão à residência de repórter termina com um ferido e outro morto

01/04/2019 15h52 | Atualizado em: 02/04/2019 19h48

Reprodução/Facebook O repórter Daniel Evangelista foi baleado, na tarde desta segunda-feira, 1º de abril, depois de ter a casa invadida por um criminoso

REDAÇÃO
REDE TO


Duas pessoas foram baleadas, na tarde desta segunda-feira, 1º de abril, em uma casa, no bairro São João, em Araguaína, na região norte do Tocantins. O repórter Daniel Evangelista, de 45 anos, é uma das vítimas. 

De acordo com informações da Polícia Militar, um homem entrou na residência do comunicador, localizada na rua Muricizal, e atirou várias vezes contra um jovem que estava no imóvel. 

Um dos disparos acabou atingido Daniel. O repórter foi socorrido por populares com um ferimento próximo ao ombro e encaminhado para o Hospital Regional de Araguaína. Ele recebeu alta nesta terça-feira, 02. Segundo o HRA, ele não precisou passar por cirurgia, uma vez que a bala ficou alojada em uma parte do corpo em que não há risco para nenhum órgão. O comunicador está sendo medicado e passa bem. 

O jovem baleado, Hernandes Júnior Lima Cristiano, de 17 anos,
 não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Após perícia, o corpo será levado para exames no Instituto Médico Legal (IML) da cidade. 


A PM informou que o suspeito fugiu após o crime. Até a conclusão deste texto, o atirador não havia sido localizado, nem identificado.

Daniel Evangelista é um dos repórteres mais populares de Araguaína, tendo passado pelas principais emissoras de TV locais. Atualmente, ele trabalha na Record TV. 


Violência

A violência tem assustado os moradores de Araguaína. No domingo, 31, outro jovem, de 22 anos, foi assassinado durante uma briga de bar no setor Jardim das Flores. Emanuel Lima dos Santos levou dois tiros na cabeça após supostamente agredir um homem com uma garrafa de vidro. Segundo a polícia, a confusão teria começado depois que Emanuel se apresentou como integrante de uma facção criminosa. O autor dos tiros seria membro de um grupo rival. 


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.