publicidade
publicidade
Araguaína-TO, quarta, 24 de abril de 2019
Siga a REDE TO

Estado

Condenado homem que matou outro por causa de boatos

01/04/2019 16h55 | Atualizado em: 02/04/2019 20h27

Ilustração Jairon José Milhomem Medrado, conhecido como “Jairin”, foi condenado pela morte de Cleiton Nonato Aguiar, em outubro de 2017, em Monte Santo do Tocantins, na região central do estado

REDAÇÃO
REDE TO


Durante sessão do Tribunal do Júri, realizada na última sexta-feira, 29, um homem foi condenado por matar outro a tiros, em Monte Santo do Tocantins, na região central do estado. Jairon José Milhomem Medrado, conhecido como “Jairin”, foi denunciado pela morte de Cleiton Nonato Aguiar. 

De acordo com o processo, o crime aconteceu em outubro de 2017, na zona rural do município. O Ministério Público Estadual afirma que Jairin foi até a casa de Cleiton, durante a madrugada, e efetuou vários disparos contra a vítima, que morreu no local.

Para atrair a vítima, Jairin teria chamado Cleiton sobre o pretexto de que precisava de ajuda. Quando a vítima se aproximou do carro, ele sacou a arma e cometeu o homicídio. O crime, praticada na frente da família de Cleiton, teria sido motivado por boatos envolvendo o nome do acusado.

Durante o Júri Popular, o promotor de justiça Juan Aguirre manteve a tese 
da acusação de homicídio, cometido por motivo fútil e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima. Após análise dos fatos e das provas contidas nos autos, os jurados decidiram acatar o entendimento do MPE.

Presidente do Conselho de Sentença, a juíza Renata Nascimento e Silva condenou Jairon a
 pena de 23 anos e 3 meses de reclusão. A magistrada determinou o cumprimento imediato da pena, conforme orientação do Supremo Tribunal Federal (STF). 

 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.