publicidade
publicidade
Araguaína-TO, segunda, 15 de julho de 2019
Siga a REDE TO

Estado

Depois de uma semana, chega ao fim greve dos servidores da Adapec

23/04/2019 23h05 | Atualizado em: 25/04/2019 18h44

Divulgação/Delfino Miranda Servidores da Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec) aceitaram proposta do governo e decidiram encerrar paralisação

REDAÇÃO
REDE TO


Após uma semana, chegou ao fim, nesta terça-feira, 23, a greve dos servidores da Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec). O governo do estado apresentou uma proposta, que foi aceita pela categoria. 

Segundo o presidente do Sindicato dos Profissionais de Defesa Agropecuária
(Sindagro), Wiston Gomes, os profissionais retornarão aos postos de trabalho nesta quarta-feira, 24. 

Pelo acordo firmado entre o Governo do Estado e o sindicato, a regularização do pagamento do Ressarcimento de Despesas para Atividades de Defesa (Redad), uma das principais reivindicações dos servidores, será feito em quatro etapas, sendo que o pagamento referente ao mês de janeiro será efetuado até o próximo dia 26; os meses de fevereiro e março serão pagos até o dia 20 de maio; os meses de abril e maio serão pagos até 20 de junho, e a partir de junho, os pagamentos serão feitos até o dia 20 dos meses subsequentes.

De acordo com o presidente da Adapec, 
Alberto Mendes da Rocha, o atraso no pagamento do Redad ocorreu por causa da demora para aprovação do Orçamento pela Assembleia. “O governador entende a importância do setor agropecuário para a nossa economia e por isso, apresentou esta proposta que contempla o Redad, e as demais exigências pontuadas pela categoria já estão sendo resolvidas”, destacou. 

Também foi acertado que até junho, a gestão da Adapec apresentará um cronograma de cursos de capacitação para fiscais e inspetores de defesa agropecuária.

Campanha contra a febre aftosa

O fim da greve acontece a poucos dias do início da campanha de vacinação contra a febre aftosa, que vai de 1º a 31 de maio. Este ano, o produtor rural deverá vacinar todos os bovídeos (bovinos e bubalinos) com a nova vacina bivalente de 2 ml. A redução da dose faz parte das estratégias do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA) 2017-2026. Nessa fase, o Tocantins pretende vacinar cerca de 8,6 milhões de animais, distribuídos em 56,4 mil propriedades rurais cadastradas.


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.