publicidade
publicidade
Araguaína-TO, segunda, 21 de outubro de 2019
Siga a REDE TO

Estado

Audiência proposta por Elenil irá discutir obras paralisadas no TO

21/05/2019 21h47 | Atualizado em: 21/05/2019 21h56

Divulgação/Clayton Cristus Deputado Elenil da Penha (MDB) é autor do pedido para realização de audiência sobre paralisadas no estado

O presidente da Comissão de Administração, Trabalho, Defesa do Consumidor, Transporte, Desenvolvimento Urbano e Serviço Público, deputado Elenil da Penha (MDB) anunciou, no Plenário da Assembleia Legislativa, a realização de uma audiência pública para debater as obras paralisadas no Estado. A reunião vai acontecer no Plenarinho da Casa de Leis, dia 23, às 14 horas, durante reunião ordinária da referida comissão.

A audiência visa conhecer ações que por ventura estejam sendo feitas pelo Governo para solucionar a presente realidade. “Até o momento não se tem uma resposta para a sociedade sobre essas obras que são muito importantes para o desenvolvimento do Tocantins”, disse Elenil.

Para o parlamentar, os impactos negativos dos recursos paralisados, cerca de R$ 3 bilhões, são grandiosos, sendo esse um problema existente há vários anos necessitando de solução rápidas. “À medida em que essas obras forem concluídas melhoram as atividades da população, do próprio governo e do poder público de todas as esferas”, garantiu o deputado.

Elenil sugeriu ao executivo estadual que busque no judiciário as respostas e soluções cabíveis, para resolver os problemas que ocasionaram a interrupção dessas obras.

O deputado comunicou que o secretário de Infraestrutura, Cidades e Habitação, Renato de Assunção estará presente na audiência e convidou os demais parlamentares e também os prefeitos dos municípios onde existem obras paralisadas.

 

Da Dicom/AL-TO

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.