publicidade
publicidade
Araguaína-TO, quarta, 17 de julho de 2019
Siga a REDE TO

Estado

Bolsonaro sanciona projeto que cria nova universidade no Tocantins

09/07/2019 12h02 | Atualizado em: 09/07/2019 12h32

Divulgação/Marcos Sandes UFT será desmembrada para dar origem para a Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFNT), com sede em Araguaína

REDAÇÃO
REDE TO


O presidente Jair Bolsonaro sancionou, nesta segunda-feira, 08, a lei que cria a Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFNT), com sede em Araguaína, por desmembramento de campus da Fundação Universidade Federal do Tocantins. Com a Lei nº 13.856/2019
, cursos, alunos e cargos dos campi de Araguaína e Tocantinópolis serão transferidos para a UFNT. Também serão criadas as unidades de Xambioá e Guaraí.

“É a primeira [universidade] do nosso governo e será uma forma diferente, mas diferente no bom sentido, de encarar o ensino público no nosso país. O Tocantins merece”, afirmou o presidente pelas redes sociais.

De iniciativa da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), a criação da universidade foi aprovada no Congresso Nacional no dia 12 de junho deste ano. Na ocasião da aprovação no plenário, a relatora na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), a senadora Kátia Abreu (PDT-TO), agradeceu a aprovação do projeto, afirmando que a universidade ia fazer a diferença não só para os jovens de Tocantins, mas também para os jovens do sul do Maranhão, do sul do Piauí e do sul do Pará.

A UFNT terá cerca de 20 mil alunos, com cerca de 50 cursos presenciais de graduação, entre licenciaturas, bacharelados e cursos tecnológicos.


 

Leia sobre: AraguaínaBolsonaroDilmaKátia AbreuSançãoTocantinsUFNT
Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.