publicidade
publicidade
Araguaína-TO, terça, 15 de outubro de 2019
Siga a REDE TO

Estado

450 famílias de 6 setores poderão regularizar imóveis

16/09/2019 20h07 | Atualizado em: 16/09/2019 20h32

Divulgação/Aldemar Ribeiro Serão beneficiados moradores de seis setores: Jardim Esplanada, Araguaína Sul, Oeste, Santa Helena, Raio de Sol e Ana Maria

Moradores de Araguaína, na região norte do Tocantins, que construíram suas residências em áreas públicas terão a oportunidade de receber a posse da propriedade ocupada irregularmente. Inicialmente, foram escolhidas 450 famílias para participarem do Projeto-Piloto de Regularização Fundiária do Município. A partir desta segunda-feira, 16, técnicos da Secretaria da Assistência Social e empresa de topografia deram início às visitas para cadastro socioeconômico e também avaliação dos imóveis.

Segundo o secretário do Planejamento Urbano, Frederico Prado, uma parcela significativa dos imóveis da cidade são irregulares e mudar essa estatística é importante para o crescimento social. “Agora os moradores que ocuparam locais públicos terão o documento da propriedade. Isso traz dignidade para as pessoas e ainda dá segurança jurídica para investimentos e vendas”, analisou.

Programação

As primeiras famílias estão divididas em 16 áreas distintas, ainda que em algumas áreas estejam ligadas em sequência. Os locais ficam em seis setores: Jardim Esplanada, Araguaína Sul, Oeste, Santa Helena, Raio de Sol e Ana Maria. Ao todo, 110 mil metros quadrados de área pública serão regularizados. “O primeiro setor a receber a visita técnica será o Oeste e, na sequência, o Araguaína Sul”, afirmou o secretário de Planejamento.

Visitas anunciadas

Antes das visitas, um carro de som percorrerá as regiões para alertar os moradores sobre o cadastro. Além dos técnicos da empresa de topografia, estarão presentes quatro assistentes sociais com coletes de cor bege da Secretaria da Habitação. “Nós cadastraremos as condições da residência, metragem da área construída e situação socioeconômica das famílias”, explicou a secretária de Assistência Social e Habitação, Fernanda Ribeiro.

 

Com Ascom/Prefeitura

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.