publicidade
publicidade
Araguaína-TO, quinta, 14 de novembro de 2019
Siga a REDE TO

Estado

Comandante da PM do TO anuncia novo concurso público com mil vagas

24/10/2019 17h51 | Atualizado em: 06/11/2019 11h51

Reprodução/YouTube Coronel Jaizon Veras Barbosa anunciou novo concurso para a PM do Tocantins durante uma sessão solene em homenagem aos 30 anos das polícias Civil e Militar do Tocantins
REDAÇÃO
REDE TO


O comandante-geral da Polícia Militar do Tocantins, coronel Jaizon Veras Barbosa, anunciou, na tarde desta quinta-feira, 24, durante sessão solene, na Assembleia, em homenagem aos 30 anos da PM e Polícia Civil do Tocantins, o lançamento de um novo concurso para a corporação.

De acordo com Jaizon, o certame contará com mil vagas para os cargos de soldado e oficial. O comandante não definiu a data em que o edital será lançado, mas deixou claro que isso ocorrerá em breve.

Concurso anulado

Com mil vagas para soldado e 40 para oficiais, o último concurso da PM teve o edital lançado em 2018, com a primeira etapa, que consistia na aplicação das provas objetivas, realizada em março daquele ano. Mais de 70 mil pessoas de todas as partes do país fizeram a avaliação escrita. O certame, porém, acabou anulado oficialmente, no último mês de abril, depois que a corporação comprovou que a AOCP (Assessoria em Organização de Concursos Públicos LTDA)
 desrespeitou as cláusulas do contrato que diziam respeito a segurança de envelopes e a quebra do sigilo das provas.

Salários e etapas

O concurso anulado contava com vagas para cargos de nível médio (soldado) e superior (oficial), com previsão de salários de R$ 4.455,46 a R$ 8.382,10.

O concurso era composto, no total, por cinco etapas, sendo que as três primeiras, prova escrita, exame de capacidade física e avaliação psicológica, estavam sob responsabilidade da banca contratada, e as duas últimas, a avaliação médica e odontológica e investigação social, sob a responsabilidade da PM.  

Déficit de PMs

Há uma lei estadual que determina que o contigente ideal de PMs no Tocantins é de 9 mil policiais. Hoje, porém, o estado tem menos da metade do número de policiais militares previstos pela legislação. São cerca de 3,4 mil. 



Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.