publicidade
Araguaína-TO, domingo, 05 de julho de 2020
Siga a REDE TO

Estado

Projeto da Energisa faz conta de luz do Colégio Militar despencar

27/11/2019 17h29 | Atualizado em: 27/11/2019 17h42

Divulgação Projeto da Energisa vai possibilitar uma economia anual de R$ 55 mil na conta de energia da Colégio Militar de Palmas

Em quase três anos, a Energisa já investiu R$ 4,3 milhões em soluções de eficiência energética em instituições de ensino do Tocantins. Os valores são aplicados na modernização do sistema de climatização, iluminação e geração da própria energia. Em Palmas, este ano, o Colégio Militar recebeu quase R$ 334 mil em investimentos que vão possibilitar uma economia anual de R$ 55 mil na conta de energia.

“Nós tínhamos uma grande quantidade de aparelhos antigos de ar-condicionado, que além de gastar energia, muitas vezes precisavam de manutenções diárias”, informa o diretor do Colégio Militar, Rafael Silva, que comemora a iniciativa da Energisa.

Foi instalada uma usina de geração de energia renovável com 48 painéis fotovoltaicos e substituição de 24 aparelhos de ar-condicionado, cinco geladeiras e mais de 620 lâmpadas antigas por equipamentos com tecnologia LED. As instituições são contempladas pelo Projeto de Eficiência Energética, realizado pela Energisa em parceria com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A ideia é incentivar o surgimento de novas tecnologias, assim como repensar práticas e costumes com foco no uso racional da energia elétrica. No Tocantins, a Energisa tem ampliado cada vez mais o valor investido em projetos sustentáveis.

“Temos sempre a preocupação de ser uma instituição parceira no desenvolvimento sustentável do nosso estado. E, com essas ações, conseguimos aliar conforto e bem-estar dos estudantes e profissionais do Colégio Militar com consumo de energia eficiente. É um projeto que faz bem para todo mundo", destaca o diretor de Relações Institucionais da Energisa, Alankardek Moreira.

As obras foram concluídas e os primeiros efeitos já podem ser sentidos. E, com o valor economizado, a instituição poderá investir em outras melhorias. “A troca se deu recentemente, mas a gente já percebe que isso começa a gerar um impacto positivo. Quanto mais a gente puder economizar em energia, a gente vai conseguir investir em outros segmentos dentro da escola”, afirma Rafael Silva.

Outro projeto da Energia que contribui para fortalecer as ações da Polícia Militar do Tocantins é o investimento na eficiência energética do 1º Batalhão. Ao todo, estão sendo investidos mais de R$ 207 mil que irão gerar uma economia anual aproximada de R$ 33 mil na conta de energia.   

 

Com Ascom/Energisa-TO

Leia sobre: Colégio MilitarCPMEnergisaPalmasTocantins
Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.

  • Aguarde novas notícias.