publicidade
publicidade
Araguaína-TO, quarta, 30 de setembro de 2020
Siga a REDE TO

Estado

TO tem 1279 casos, 27 mortes e 92 pessoas internadas, 40 em UTIs

16/05/2020 16h00 | Atualizado em: 16/05/2020 16h09

Arquivo/Agência Brasil No começo da tarde deste sábado, havia 92 pessoas internadas com covid-19 no Tocantins. Destas, 40 estão em UTIs, sendo 22 no SUS e 18 em hospitais privados
REDAÇÃO
REDE TO


Subiu para 27 o número de tocantinenses que morreram vítimas de covid-19. As últimas quatro mortes confirmadas foram de moradores de Araguaína, Paraíso do Tocantins, Porto Nacional e Araguatins.

Em Araguaína, a vítima é uma jovem de apenas 22 anos. Ela foi a sexta pessoa residente na cidade a morrer de covid-19. O óbito ocorreu na última quinta-feira, 14, no hospital regional. A paciente, obesa, se tornou a mais nova a falecer com a doença no Tocantins. 

Em Paraíso do Tocantins, a vítima é uma
 mulher, de 57 anos, que estava internada no Hospital Geral de Palmas (HGP). Ela tinha outras doenças. O óbito foi registrado nesta sexta-feira, 15.

Já em Porto Nacional, o primeiro óbito local é o do caminhoneiro Fábio Júnior de Oliveira, de 38 anos. Ele morreu no fim da tarde desta sexta, no regional da cidade.


O morador de Araguatins que faleceu após ser infectado pelo novo coronavírus tinha 47 anos. O óbito aconteceu no último dia 12, no Hospital Regional de Augustinópolis. 

Casos confirmados 

Neste sábado, 16, a Secretaria de Estado da Saúde informou que foram confirmados mais 99 novos casos de covid-19. Foram mais 38 em Araguaína, 17 em Palmas, 9 em Nova Olinda, 7 em Paraíso, 5 em Tocantinópolis, 4 em Colinas, 3 em Gurupi, 3 em Miracema, 2 em Guaraí, 2 em Cariri, 2 em Oliveira de Fátima, 2 em Wanderlândia, 1 em Aguiarnópolis, 1 em Bandeirantes, 1 em Marianópolis, 1 em São Miguel e 1 em Sítio Novo. 

Ao todo, o Tocantins contabiliza até o momento, 1.279 diagnósticos positivos para a doença em 56 municípios. Uma semana atrás, eram 572.

Mortes por cidade

Já foram registradas mortes de tocantinenses nas seguintes cidades do estado: 

Araguaína - 6;
Palmas - 3;
Paraíso do Tocantins - 3;
Araguatins: 2; 
Augustinópolis- 2;
São Miguel - 2;
Gurupi - 1;
Axixá - 1;
Sítio Novo - 1;
Aguiarnópolis - 1;
Guaraí - 1;
Tocantinópolis- 1;
Miranorte - 1;
Lizarda - 1; 
Porto Nacional - 1. 

Internações

No começo da tarde deste sábado, havia 92 pessoas internadas com covid-19 no Tocantins. Destas, 40 estão em UTIs, sendo 22 no SUS e 18 em hospitais privados. As 52 restantes estão em leitos clínicos, 32 na rede pública e 20 em hospitais privados.

Segundo apurou a REDE TO, a rede pública tem, hoje, 42 leitos de UTI. 22 em Palmas (16 no HGP e 6 Hospital Infantil) e 20 em Araguaína (10 no HRA e 10 no Dom Orione). A ocupação, então, na rede pública de Saúde é de 52%.

Situação dos pacientes

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, entre os pacientes com covid-19 no Tocantins:

- 27 morreram;
- 219 estão curados;
- 1.033 estão em isolamento domiciliar ou hospitalar;
- e 92 estão hospitalizados (aqui também estão incluídos pacientes que não moram no estado).

Medidas

Diante do aumento dos casos de covid-19 no Tocantins, nesta sexta, o governador Mauro Carlesse (DEM) decretou lockdown em 33 cidades tocantinenses: Aguiarnópolis, Ananás, Angico, Aragominas, Araguaína, Araguatins, Augustinópolis, Axixá, Buriti, Cachoeirinha, Cariri, Carrasco Bonito, Colinas, Darcinópolis, Esperantina, Guaraí, Itaguatins, Luzinópolis, Maurilândia, Nazaré, Nova Olinda, Palmeiras, Praia Norte, Riachinho, Sampaio, Santa Terezinha, São Bento, São Miguel, São Sebastião, Sítio Novo, Tocantinópolis, Wanderlândia e Xambioá.

Carlesse também determinou que 70% dos leitos de UTIs da rede privada do Tocantins sejam reservados para moradores do estado. “Aproximadamente 93% da população tocantinense é SUS dependente, então aí, já sabemos que quanto mais pessoas se contaminarem mais demanda vai ter na rede pública. Não podemos nos dar ao luxo de ver ceder UTIs para outros estados e deixar nossa população desassistida", afirmou. 

O governador solicitou ainda ao Corpo de Bombeiros que realize a desinfecção de 32 municípios do Tocantins: Palmas, Araguaína, Gurupi, Cariri, Nova Olinda, São Miguel, Paraíso, Sítio Novo, Axixá, Araguatins, Colinas, Guaraí, Praia Norte, Maurilândia, Wanderlândia, Augustinópolis, Darcinópolis, Xambioá, Couto e Tocantinópolis.

Em Palmas, entre as medidas adotadas pela prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) estão a proibição da venda de bebidas alcoólicas e do uso de espaços públicos como parques e praias. Em Araguaína, o prefeito Ronaldo Dimas (Podemos) anulou os decretos locais e adotou o decreto estadual expedido nesta sexta, pelo governador, que endurece as medidas contra a covid-19.



Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.