publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sexta, 22 de outubro de 2021
Siga a REDE TO

Anvisa orienta suspensão de vacina da AstraZeneca para grávidas

11/05/2021 13h57 | Atualizado em: 13/05/2021 17h32

Divulgação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou a suspensão imediata do uso da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca/Fiocruz para mulheres gestantes. A orientação está em Nota Técnica emitida pela agência.

A orientação da Anvisa é que a indicação da bula da vacina AstraZeneca seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). A decisão é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas contra a covid-19 em uso no país.

“O uso off label de vacinas, ou seja, em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. A bula atual da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina sem orientação médica”, ressaltou a Anvisa.

A vacina vinha sendo usada em gestantes com comorbidades. Agora, só podem ser aplicadas nas grávidas a Coronavac e a Pfizer.

Tocantins


A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que, conforme recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), a imunização de gestantes com a vacina AstraZeneca, está temporariamente suspensa.

Em alguns municípios do Tocantins, grávidas com e sem comorbidades estavam sendo imunizadas com a vacina AstraZeneca. No momento, não há relatos de sintomas adversos nas grávidas tocantinenses imunizadas com a vacina.


 

Com Agência Brasil
Com Secom/Governo

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.