publicidade
publicidade
Araguaína-TO, quarta, 01 de dezembro de 2021
Siga a REDE TO

Destaques

Farmácia é interditada após promover aglomeração

01/07/2021 19h58 | Atualizado em: 01/07/2021 20h13

Divulgação/Marcos Sandes As equipes da prefeitura determinaram o fechamento do comércio por 3 dias e multa administrativa por descumprir as medidas estabelecidas no Decreto n° 053/21

As equipes da Fiscalização Integrada Municipal, coordenada pelo Demupe (Departamento de Posturas e Edificações), interditaram uma farmácia, localizada no setor Araguaína Sul, nesta quinta-feira, 1º. Em média 200 pessoas que aguardavam para serem atendidas no local foram dispersadas. Além da aglomeração, havia carro de som e um evento de inauguração. A fiscalização determinou o fechamento por 3 dias e multa por descumprir as medidas do Decreto n° 053/21.

A fiscal de postura do Demupe Patrícia Figueira explica que as equipes têm realizado rondas diariamente para manter o cumprimento das medidas de segurança contra a covid-19 e que a população precisa contribuir. “Estamos fazendo nosso trabalho, com uma fiscalização assídua, mas um dos principais desafios são as pessoas que insistem em descumprir as normas, como neste caso, que além da aglomeração, teve um evento de inauguração sem autorização do Município”.

Neste ano, de acordo com dados do Demupe, 237 estabelecimentos foram interditados. As festas clandestinas e aglomerações são os maiores motivos de autuações das fiscalizações. Nesse último final de semana, foram realizados 27 atendimentos desse tipo de ocorrência em residências e três comércios foram interditados por funcionar após o horário previsto pelo decreto.

Crime contra a saúde

O Decreto nº 053/21 prevê que os estabelecimentos flagrados serão punidos com três dias de suspensão da atividade, sendo cinco em caso de reincidência, além de multa administrativa. Para reabrir, o proprietário deve assinar um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) com a Prefeitura e o MPE (Ministério Público Estadual). Em caso de festas clandestinas, todos os participantes são levados para a delegacia e podem responder por crime contra a saúde pública.

Como denunciar

Caso algum descumprimento seja identificado, a população pode fazer a denúncia pelo número 190 da Polícia Militar ou pelos telefones da fiscalização municipal: (63) 3411.5640, 99949.5394 e 99972.6133.

O trabalho de fiscalização é realizado pelas equipes de fiscalização integrada compostas pelo Demupe (Departamento de Posturas e Edificações), Vigilância Epidemiológica, Fiscalização Ambiental, Fiscalização Sanitária, Fiscalização Fazendária, ASTT (Agência de Segunda, Transporte e Trânsito), Defesa Civil, Polícias Militar, Detran, Procon, Corpo de Bombeiros, PRF (Polícia Rodoviária Federal) e BPMRED (Batalhão de Polícia Militar Rodoviário e de Divisas).

Com Ascom/Prefeitura

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.

  • Aguarde novas notícias.