publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sexta, 22 de outubro de 2021
Siga a REDE TO

Estado

TO é o 5º estado que mais gera empregos formais no Brasil

27/08/2021 21h48 | Atualizado em: 21/09/2021 20h58

Arquivo/Agência Brasil De janeiro a julho deste ano, foram contratadas 50.803 pessoas e desligadas 39.153, o que gerou um saldo positivo de 11.650 novas vagas de emprego

Segundo os dados divulgados na manhã desta quinta-feira, 26, pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do mercado formal, referentes ao período de janeiro a julho de 2021, o Tocantins segue alavancando os bons números dos últimos meses e se manteve como um dos estados que mais abriu postos de trabalho, figurando na segunda colocação entre os estados do Norte do país, com um crescimento de 6,30%. Na primeira colocação está o Acre com 6,69%, em terceiro vem o Pará com 5,90%, seguido pelo Amazonas 4,70% e Roraima com 4,46%.

No citado período, foram contratadas 50.803 pessoas e desligadas 39.153, o que gerou um saldo positivo de 11.650 novas vagas de emprego. Em números percentuais, isso representa um crescimento de 6,30%.

No Brasil, o Tocantins ocupa a quinta colocação entre os cinco estados que mais geraram empregos na variação relativa de criação de postos de trabalho formais. No acumulado do mês de julho de 2021, segundo dados do CAGED, divulgados, pelo Ministério da Economia, em primeiro lugar está o Mato Grosso que registrou um crescimento de 8,27%, seguido por Goiás com 7,20%, em terceiro vem o Acre com 6,69 e na quarta colocação está Santa Catarina com 6,45%.

Diante do cenário atual, é possível observar que as ações desenvolvidas pelo Estado, na busca por novos investidores e incentivos às empresas que já se encontram em atividade no Tocantins, tem contribuindo para os resultados positivos e gerado novas oportunidades de trabalho e renda para a população tocantinense.

Um dos reflexos dessas medidas são as reuniões do Conselho de Desenvolvimento Econômico do Estado do Tocantins (CDE-TO), que em seu último encontro aprovou incentivos fiscais para 06 empresas, que juntas somam cerca de 180 postos de trabalhos.

Comércio e Indústria 

Os setores econômicos com os melhores desempenhos em julho, relativamente, foram o comércio, que contratou 2.401 pessoas e desligou 1.820, gerando um saldo de 581 vagas de empregos - o que representa um crescimento de 1,06%. A indústria vem em seguida - foram contratados 832 novos trabalhadores e 613 desligamentos, o que trouxe um saldo positivo de 219 novos postos de trabalho, uma melhora de 1,01%.

 

Com Secom/Governo do TO 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.