publicidade
publicidade
Araguaína-TO, domingo, 28 de novembro de 2021
Siga a REDE TO

Rede 190

Preso suspeito de fazer delivery de cocaína no TO

10/11/2021 21h56 | Atualizado em: 10/11/2021 22h23

Divulgação/SSP-TO Homem trazia drogas de Araguaína e fazia entregas no modo “delivery” em Arapoema, no norte do Tocantins

REDAÇÃO
REDE TO


Um homem, de 24 anos, suspeito de manter uma espécie de delivery de drogas, em Arapoema, foi preso, em flagrante, pela Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), na noite da última terça-feira, dia 9, na cidade do norte do estado. A operação foi coordenada pelo delegado-chefe da 38ª DP, Marco Aurélio Barbosa Lima e foi deflagrada por volta das 20h quando os policiais civis flagraram o suspeito recebendo uma barra de cocaína, em estado bruto, juntamente com centenas de embalagens plásticas onde o entorpecente seria acondicionado.

Segundo o delegado Marco Aurélio, o preso já vinha sendo investigado por comercializar cocaína na cidade de Arapoema. “Nossas investigações apontaram que o homem recebia drogas de outras cidades e então, após fracionar o entorpecente, vendia aqui em Arapoema”, afirmou a autoridade policial. No decorrer da operação, os agentes também encontraram na casa do suspeito, mais de R $1 mil reais, em espécie, bem como, cocaína já embalada e pronta para a comercialização.

Ainda segundo a autoridade policial, as investigações também demonstraram que o traficante geralmente recebia o pedido dos clientes e o pagamento era feito via pix e transferência por meio de aplicativo pelo celular. “Para agilizar as vendas e também as entregas, o suspeito utilizava uma motocicleta e possuía meios modernos para recebimento pela venda das porções e ainda entregava no local onde o cliente desejasse”, explica o delegado Marco Aurélio.

Desse modo, após ser flagrado, o indivíduo foi detido e conduzido até a Central de Atendimento da Polícia Civil, em Colinas, onde foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o suspeito foi recolhido à Unidade Penal de Colinas, onde permanece à disposição do Poder Judiciário. Conforme o delegado Marco Aurélio, se for condenado pelo crime de tráfico de drogas, o indivíduo preso pode pegar uma pena de até 15 anos de reclusão. 


 

Leia sobre: Arapoema AraguaínadeliveryPixPrisãoTocantins
Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.