publicidade
publicidade
Araguaína-TO, Monday, 08 de August de 2022
Siga a REDE TO

Municípios

Palmas oferece suplementação de vitamina A à crianças

28/07/2022 10h08

Divulgação/Prefeitura de Palmas
Em Palmas, crianças de 06 meses a 04 anos podem tomar vitamina A nas Unidades de Saúde da Família (USFs). A administração faz parte do Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A do Ministério da Saúde (MS), que tem como objetivo proteger a saúde dos olhos, potencializar o desenvolvimento e também reduzir o risco de diarreia e mortalidade infantil.

A Secretaria Municipal da Saúde (Semus) informa que a suplementação está disponível para as crianças de 06 a 11 meses nas USFs da Arse 13, Arno 41, Arso 41, Arse 101, Eugênio Pinheiro, José Hermes, Taquari, Mariazinha (Buritirana), Walter Pereira Morato (Taquaruçu) e Walterly Wagner (Taquaruçu Grande). Crianças com idade entre 12 meses e 04 anos, 11 meses e 29 dias podem tomar a suplementação em qualquer uma das 34 USFs da Capital.

Para ter acesso, a Semus informa que é necessário comparecer na unidade de referência com documentos pessoais, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e a Caderneta de Saúde da Criança e do Adolescente.

Sobre o programa

A vitamina A é um micronutriente essencial para o ser humano, principalmente em fase de crescimento. Ela auxilia no funcionamento do sistema imune, na saúde da pele e diminui a ação dos radicais livres. Segundo o Ministério da Saúde, em algumas regiões do Brasil, sobretudo na regiões Norte, Nordeste e Sudeste, a deficiência de vitamina A é um problema de saúde pública considerado moderado. A deficiência dessa vitamina causa problemas oculares, como a diminuição da sensibilidade à luz levando até a cegueira parcial ou total, deficiência no desenvolvimento e ainda a mortalidade infantil por diarreia.

Estudos comprovam a redução desses índices com a suplementação e a administração do suplemento passou a ser recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Diante disso, o Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A (PNSVA) foi instituído pelo MS em 2005 para reduzir e controlar a mortalidade e morbidade em crianças por deficiência de vitamina A. No entanto, destaca-se que a administração faz parte de um conjunto de estratégias e deve ser associada a uma alimentação diversificada.

A Semus informa que a variedade de alimentos ajuda a suprir essa deficiência. A vitamina A está presente em produtos de origem animal, como leite materno, gema do ovo, fígado e leite e também nos de origem vegetal, como vegetais folhosos verdes (como espinafre, couve e mostarda), vegetais amarelos (como abóbora e cenoura) e frutas amarelo-alaranjadas (como manga, goiaba, mamão e caqui), e também em óleos, como azeite. 


Da Agência Palmas


Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.