publicidade
publicidade
Araguaína-TO, terça, 15 de outubro de 2019
Siga a REDE TO

Estado

Após eleição polêmica, PT define presidente de diretório municipal

José Geraldo Rigotti ficará a frente do partido em Araguaína

28/11/2013 17h46 | Atualizado em: 29/11/2013 13h31

REDE TO/Tarcísio Sousa José Geraldo ficará a frente do comando do partido no município pelos próximos quatro anos

REDAÇÃO


Um acordo garantiu a permanência do professor e médico José Geraldo Rigotti no comando do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) em Araguaína. O presidente estadual da legenda, Donizeti Nogueira, esteve na cidade nesta quinta-feira, 28, para anunciar o acordo realizado entre as duas chapas que concorriam no processo de eleições diretas (PED) 2013. 

José Geraldo ficará a frente do comando do partido no município pelos próximos quatro anos. Em entrevista à REDE TO, ele destacou a quantidade de filiados que participaram das eleições e a união de todos em prol dos valores do partido. "O PT tem uma oportunidade muito boa na cidade e no estado de ter uma representação maior assim como tem a nível nacional", explicou. 

A posse dos eleitos será realizada no dia 1º de janeiro de 2014. O presidente estadual eleito do PT, Júlio César Ramos Brasil, também esteve em Araguaína. Para ele, o que houve na cidade "foi só um mal entendido por parte de algumas pessoas que votaram através da cédulas e houve a necessidade de uma intermediação", mas "tudo foi resolvido através do diálogo".

Duas chapas concorriam ao diretório da segunda maior cidade do Tocantins, a "Liberdade e Participação", representada por José Geraldo, e a "Conquistar para Avançar", liderada pela vereadora Silvinia do Sintet. Houve um problema em relação a coleta de votos. No acordo, ficou combinado que a chapa apoiada pela parlamentar irá assumir a maioria das cadeiras do diretório com 56% dos membros. Já a chapa que apoiou o presidente eleito será composta por 46% dos membros. 


Silvinia destacou que o "partido é muito maior que qualquer empecilho". "Ano que vem o PT terá em Araguaína uma eleição muito dura e eu espero que todos assim como foram nas eleições internas sejam ferrenhos também para ajudar os companheiros que integram o partido", argumentou. 

O presidente em exercício do PT afirmou que a força do partido em Araguaína não para de crescer e "o PT se alegra de ter uma vereadora atuante e que está fazendo a diferença na cidade". Ele lembrou que a maior meta da legenda é eleger o próximo governador do Tocantins. 



Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.