publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sábado, 07 de dezembro de 2019
Siga a REDE TO

De Tudo, um Pouco

Carta aberta à população endereçada à Presidente Dilma Roussef

04/12/2013 10h13 | Atualizado em: 10/06/2015 17h07

Divulgação Colunista alerta para "fantasias comunistas e autoritárias" do governo Dilma

“Olhem, pessoal, que defendem este famigerado programa "Mais Médicos" "Mais Votos"! Vocês estão enganados se acham que o problema da saúde pública e do SUS é do profissional que lá atende! Sou médico do Rio de Janeiro e estou em Tocantins há oito anos e não vim para cá porque fui chamado pelo governo, e sim por uma clínica particular, pois o meu salário líquido do Estado no SUS é de R$ 4.800,00, e ninguém sairia do Rio e largaria a família por este salário! Além do mais, os hospitais do SUS, com raríssimas exceções estão na UTI, falta tudo, desde o básico aos instrumentos do centro cirúrgico, eu mesmo por várias vezes tive que levar o meu equipamento particular para poder operar os pacientes que morrem na fila do SUS, não por falta de profissional, mas sim por falta de estrutura! A medicina é complexa e não adianta ir para o interior sem ter estrutura hospitalar, de gente, laboratórios etc...não posso operar de baixo da palmeira ou internar um paciente no pé da castanheira do Pará, preciso de estrutura! Quando Dilma Roussef resolveu importar médicos de Cuba, além de enganar a população falando que os médicos brasileiros não querem ir para o interior, ela fomentou o trabalho escravo de lá e mandou divisas para um país comunista escravagista! Porque não usou estes recursos financeiros e melhorou a medicina e os nossos hospitais?! Outra coisa que vocês não sabem é que além da falta completa de estrutura hospitalar, os médicos que se aventuram ir para o interior e trabalhar em prefeituras, muitas do PT, não recebem seus salários e precisam entrar na justiça para recebê-los pois o prefeito usa o dinheiro para campanhas e etc...parece o Brasil, não?! Qual de vocês sairia do Rio, São Paulo, largaria a família e iria para estas regiões distantes sem estrutura, sem garantias de salários, sem plano de carreira?! “

Esta carta aberta mandei à Dilma Roussef e a todos os petistas que acreditam e defendem as fantasias comunistas e autoritárias, com programas sociais cuja finalidade primeira é de angariar votos, e tornar o povo completamente dependente das migalhas governamentais, para que assim, com o poder e os votos nas mãos, o PT consiga, o que vem tentando há muitos anos, implantar uma república comunista em nosso solo e se perpetuar no poder através de falsos discursos, legitimidade através do voto conseguido “por cabresto”, e táticas de guerrilha de informação e contra-informação.

Segue abaixo uma página de meu livro em fase de montagem, onde critico o programa “Mais Médicos”, com um soneto pertinente.

Dra. Dilma Roussef-II

(A saúde pública tem a maior carência, não no pessoal especializado, mas sim na falta de estrutura física e tecnológica. Não são poucas as vezes, com poucas ilhas de exceção, que o médico comovido com o paciente, leva de seu consultório particular o material pessoal para atender à demanda e proporcionar uma boa medicina! Vender o discurso que o SUS esta ruim por falta de interesse do profissional, que é o soldado de frente, é o mesmo que dizer que a educação esta ruim por falta de interesse do professor, ou o juro esta alto por culpa do bancário assalariado. Este discurso só atende à necessidade de vender votos para um povo desinformado e crédulo nas mentiras oficiais!)

Pronto pacientes, não fiquem preocupados!
Podem ir para as filas para serem atendidos,
Dilma já resolveu dando célere recado,
Trouxe para o Brasil, um modelo esquecido!

E o povo como sempre acredita no enfado!
E acha que o SUS estará melhor resolvido
Somente por convocar um doutor importado,
Trazendo de um país escravagista reconhecido!

Será que estes Cubanos tem os ombros tão fortes e inchados,
Que trarão também, em seus ombros reprimidos,
O leito e o material para um centro cirúrgico avançado?!

Trarão, como os escravos, o cimento e o aramado,
Os pisos, trarão nos bolsos, para um hospital ressurgido,
E sob os chapéus, trarão as telhas do novo telhado!
 

Por Nelson Ferreira

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.