publicidade
publicidade
Araguaína-TO, Wednesday, 10 de August de 2022
Siga a REDE TO

Estado

Tocantins sem Fome já atendeu mais de 9 mil famílias

A meta é atender 51 mil em todo o estado

03/04/2013 10h18 | Atualizado em: 03/04/2013 16h37

Divulgação

Mais de nove mil pessoas já utilizaram o último repasse de crédito dos cartões Tocantins sem Fome no estado, feito pelo Governo do Estado no último dia 27. Ao todo, aproximadamente R$ 456 mil já foram distribuídos entre os beneficiários. Conforme a Secretaria de Estado do Trabalho e Assistência Social (Setas), será liberado um total de R$ 1,275 milhão referentes ao pagamento de R$ 50 por cartão para a compra de alimentos in natura na rede credenciada da Brasilcard. São 25,5 mil famílias beneficiadas pelo programa.

O Tocantins sem Fome é um programa voltado para atender famílias em estado crítico de renda mensal vivendo na linha da pobreza. Segundo o secretário estadual do Trabalho e Ação Social, Agimiro Costa, a meta é atender 51 mil famílias em 2013. "Desta forma, o benefício concedido pelo Governo estadual vem trazer um adendo no salário mensal, contribuindo para a aquisição de alimentos", afirmou.

O cartão é de uso pessoal e intransferível, utilizado no município de residência do beneficiário e não pode ser utilizado para compra de bebidas alcoólicas, cosméticos e tabaco. O beneficiário tem até 60 dias para realizar suas compras no comércio credenciado de sua cidade. “Com isso também estamos colaborando com a geração de renda nas economias locais dos municípios”, destacou Agimiro.

Para a dona de casa Cleidimara Alves dos Santos, do município de Monte do Carmo, o depósito dos R$ 50 do Tocantins sem Fome foi um alívio levado à mesa da família. “Com isso podemos comprar arroz, feijão, verduras, carne, melhorar a nossa qualidade de vida”, disse.

Geração de renda

As famílias atendidas pelo programa foram cadastradas pelo Cadúnico, do governo federal, através dos Centros de Referência em Assistência Social localizados em todo o Estado. Anteriormente, o governo distribuía cestas básicas às famílias, o que, segundo Costa, dificultava a entrega do benefício e valorizava apenas uma empresa, vencedora do processo licitatório. “Com esta nova forma, nós distribuímos melhor a renda, atendendo mais beneficiados, bem como mais comerciantes locais”, completou.

Para ele, o uso do cartão do Tocantins sem Fome movimenta a economia local e permite que o atendido utilize o recurso da melhor forma possível. “Essa medida atende diretamente as famílias mais carentes, principalmente as mães de família que estão em maioria entre os beneficiários. Além disso, é mais conveniente que cada um possa escolher o que quer comprar”, conclui o secretário.



Da Agência Tocantinense de Notícias

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.