publicidade
publicidade
Araguaína-TO, terça, 25 de fevereiro de 2020
Siga a REDE TO

Educação

Governo diz que 1/3 das escolas não aderiu à greve dos professores

Segundo a Seduc, 32,4% das escolas estão tendo aulas "normais"

25/03/2014 21h39 | Atualizado em: 25/03/2014 21h49

Divulgação/Seduc Governo diz que aulas acontecem normalmente em uma terço das escolas do estado

Levantamento realizado pela Secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seduc) através das 13 Diretorias Regionais de Gestão e Formação (DRGFs) mostra que o movimento grevista do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Tocantins (Sintet) não teve adesão em toda a rede estadual. Em diferentes regiões do Estado, diversas escolas mantêm o cronograma de aulas previsto no calendário para o ano letivo. O movimento teve início na última segunda-feira, 24. 

Conforme os dados referentes ao primeiro dia do movimento, 32,4% das escolas estaduais não aderiram, havendo aulas normalmente em todas as regiões do Estado e em diferentes municípios. Ainda conforme os dados, 1,5% das escolas aderiram apenas parcialmente, havendo aulas em parte das disciplinas.

Um dos exemplos está na DRGF de Pedro Afonso, que compreende sete municípios. Considerando as escolas da região, 71,4% estão com as aulas sendo ofertadas normalmente. Já entre as escolas nos municípios compreendidos pela DRGF de Miracema, 59,3% também não tiveram alteração no calendário de aulas.

Na DRGF de Colinas, na região centro-norte do Estado, quase metade das escolas, 44,44%, não aderiram ao movimento. A DRGF é compreendida por outros nove municípios: Arapoema, Bandeirantes, Bernardo Sayão, Brasilândia, Itapiratins, Juarina, Palmeirante, Pau D’Arco e Tupiratins. 

Na DRGF de Gurupi, que compreende 17 municípios, 43,5% das escolas tiveram aulas normalmente. É o caso da Escola Estadual Tarso Dutra em Cariri, a 257 Km de Palmas. São 420 alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, do ensino médio, das turmas de Educação de Jovens e Adultos (EJA) e da educação prisional. Para o diretor da unidade, Ederson dos Reis Soares, a decisão pela não adesão à greve foi tomada pela maioria após uma reunião realizada com o corpo docente da escola. 


Da ATN

Leia sobre: EducaçãoEscolasGreveNúmerosProfessoresTocantins
Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.

  • Aguarde novas notícias.