publicidade
publicidade
Araguaína-TO, terça, 07 de dezembro de 2021
Siga a REDE TO

Rede 190

Porto: Confronto com a polícia termina com a morte de três suspeitos

Trio trocou tiros com a PM em uma assentamento perto de Luzimangues

20/02/2017 12h34 | Atualizado em: 21/02/2017 15h14

Fotos: Divulgação Trio suspeito de integrar quadrilha especializada em roubos morreu durante troca de tiros com a PM, em Luzimangues, Porto Nacional

REDAÇÃO
 

Uma ação da Polícia Militar terminou com a morte de três suspeitos, na noite deste domingo, 19, em um assentamento no município de Porto Nacional, na região central do Tocantins. De acordo com a PM, o trio faria parte de uma quadrilha especializada em roubos e morrreu ao trocar tiros com policiais.

O confronto aconteceu no assentamento Terra Prometida, na região do distrito de Luzimangues. A polícia informou que o carro onde estavam o suspeitos foi abordado na TO-225. Ao se aproximar do veículo, os assaltantes reagiram efetuando disparos na direção da viatura. Na sequência, os criminosos fugiram em alta velocidade. Houve perseguição, mas os criminosos conseguiram fugir. O automóvel da quadrilha foi abandonado na estrada.

Com reforço de equipes especializadas, a PM continuou as buscas aos suspeitos. Após um levantamento, os militares descobriram que os assaltantes tinham usado um segundo veículo para fugir e que o veículo tinha seguido em direção a uma propriedade no Terra Prometida. O dono do imóvel era irmão de ums criminosos e também teria envolvimento com a quadrilha.   

A polícia disse que foi recebida a tiros na propriedade e que, durante o confronto, três homens foram baleados. Segundo a PM, os suspeitos foram levados para o Hospital Geral de Palmas, mas não resistiram aos ferimentos e morreram antes de dar entrada no HGP. 

Com o trio, foram apreendidos um carro, armas e munições. De acordo com a Polícia Civil, o veículo será periciado a fim de que seja verificada a sua procedência. As investigações ficaram a cargo da 4ª Delegacia de Polícia Civil, em Luzimangues. 

Os corpos dos três homens foram encaminhados para autópsia no Instituto Médico Legal (IML) da capital. Os nomes não foram divulgados. 

Defensoria

Em nota encaminhada à imprensa, Defensoria Pública do Tocantins afirmou que foi instaurado um procedimento com objetivo de prevenir a violência policial e aprimorar as políticas públicas e os procedimentos de controle da atividade policial.

A Defensoria disse que vai requisitar à polícia "cópia dos autos de resistência dos quais resulte ofensa à vida ou à integridade corporal de indivíduo, e requisitará a instauração de inquéritos policiais, com tramitação prioritária, com vistas à integral apuração dos fatos."


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.

  • Aguarde novas notícias.