publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sexta, 30 de julho de 2021
Siga a REDE TO

Rede 190

Ação da Polícia Civil do Tocantins termina com 2 presos e 1 morto no Pará

26/06/2017 19h01 | Atualizado em: 27/06/2017 19h33

Divulgação/SSP-TO Polícia apreendeu com suspeitos duas armas, mais de R$ 5 mil em dinheiro e munições

REDAÇÃO


Uma operação conjunta da Polícia Civil (PC) terminou com a prisão, nesta segunda-feira, 26, no Pará, de mais dois suspeitos de envolvimento com o assalto a uma agência do Banco do Brasil, em Gurupi, na região sul do Tocantins, no último dia 11 de junho. Um terceiro integrante da quadrilha morreu em confronto com os policiais.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Tocantins, a ação da Polícia Civil para cumprir mandados de prisão contra a organização criminosa foi realizada na cidade de Parauapebas (PA). Waldir Fabriciano Duque, vulgo "Tarzan", entrou em confronto com os agentes e acabou baleado. O homem chegou a ser socorrido com vida, mas morreu ao dar entrada no hospital local. 

Os outros dois suspeitos, um homem e uma mulher que não tiveram os nomes divulgados, foram detidos com uma pistola, um revólver calibre 38, munições, R$ 5.200 em dinheiro e celulares. Além disso, a polícia apreendeu com eles, roupas e calçados semelhantes aos usados pelos criminosos na ação criminosa em Gurupi, dois pacotes de elásticos comumente utilizados para prender grandes quantias em cédulas e vários envelopes do Banco do Brasil. 

Segundo a SSP, as diligências continuam e novas prisões e apreensões poderão acontecer nas próximas horas.  

Relembre

No domingo passado, uma quadrilha fortemente armada explodiu uma agência do Banco do Brasil, no centro de Gurupi, queimou veículos e fez várias pessoas reféns. A ação foi uma das mais ousadas e violentas dos últimos tempos no Tocantins. Uma mulher ficou ferida durante o tiroteio promovido pelos criminosos, que fugiram levando todo o dinheiro do cofre central do BB. Mais de R$ 5 milhões foram recuperados em um caminhão abandonado em uma fazenda em Cariri do Tocantins com duas caminhonetes. Armas, munições e explosivos foram apreendidos. Além das duas pessoas presas nesta segunda, outras duas também foram detidas por envolvimento com o assalto. 


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.