publicidade
publicidade
Araguaína-TO, segunda, 10 de maio de 2021
Siga a REDE TO

Estado

Carro capota, cai dentro de córrego e mata professora de Palmas

Acidente aconteceu na rodovia TO-050, entre Porto Nacional e a capital

30/08/2017 15h41 | Atualizado em: 31/08/2017 21h53

Arquivo Pessoal A professora Maria Dalila Martins da Silva Nunes, de 32 anos, morreu em um acidente na madrugada desta quarta-feira, 30, na TO-050, entre as cidades de Porto Nacional e Palmas

REDAÇÃO
 

Uma professora morreu em um acidente de trânsito registrado por volta das 3 horas da madrugada desta quarta-feira, 30, na TO-050, entre as cidades de Porto Nacional e Palmas.

De acordo com os bombeiros, a fatalidade ocorreu por volta das 3 horas. Um casal trafegava de carro pela rodovia em direção a capital, quando o veículo capotou e caiu dentro do córrego Água Suja.

O automóvel ficou submerso. O motorista, de 38 anos, conseguiu deixar o carro pela janela. A companheira dele, Maria Dalila Martins da Silva Nunes, de 32 anos, ficou presa no veículo e acabou morrendo.

Segundo a Polícia Militar (PM), o condutor conseguiu pedir ajuda em um posto de combustível, depois de andar por alguns minutos. O homem disse que no trajeto, pediu socorro aos motoristas que passavam pela TO-050, mas ninguém se dispôs a ajudá-lo.

O marido de Maria Dalila foi de carona do posto de combustíveis ao posto da Polícia Rodoviária Estadual. Os militares acionaram os bombeiros, que mobilizaram uma equipe para ir ao local do acidente. 

Os bombeiros encontraram o corpo de Maria Dalila dentro do carro, que já estava submerso há pelo menos três horas. A equipe de resgate ainda tentou reanimar a professora, mas ela já estava sem sinais vitais. 

A Polícia Científica informou que o laudo com as causas do capotamento deve ficar pronto em até 30 dias. 

O corpo de Maria Dalila foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Palmas e liberado para sepultamento. O funeral será dividido em dois momentos: primeiro, com velório, Igreja Assembleia de Deus, em Taquaralto, e depois, com enterro em Balsas (MA), onde mora a família da professora. 

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação de Palmas lamentou a morte da professora. A Semed informou que Maria Dalila era 
servidora efetiva da rede municipal da educação desde 2014 e dava aulas de música na Escola de Tempo Integral (ETI) Luiz Rodrigues Monteiro. Ela deixa duas filhas. 

 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.