publicidade
publicidade
Araguaína-TO, domingo, 17 de outubro de 2021
Siga a REDE TO

Secretária de saúde de Palmas não resistiu à luta contra a covid

18/03/2021 16h50 | Atualizado em: 19/03/2021 12h32

Raíza Milhomem

A secretária de saúde de Palmas, Valéria Paranaguá, testou positivo para a Covid-19 no dia 24.02.21 e hoje não resistiu a luta contra a doença e veio a óbito. Em nota a prefeitura lamentou a morte.


NOTA OFICIAL

Com grande pesar, a Prefeitura Municipal de Palmas comunica o falecimento da secretária de Saúde, Valéria Paranaguá, ocorrida por volta das 13h30h, nesta quinta-feira, 18, em Palmas, vítima de complicações causadas pela Covid-19. Valéria estava internada desde o dia 28 de fevereiro, no Instituto Ortopédico de Palmas (IOP), tendo permanecido 18 dias em tratamento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Apesar dos esforços da equipe de saúde, Valéria não resistiu e veio a óbito após duas paradas cardiorespiratórias. A prefeita Cinthia Ribeiro lamentou a morte e destacou o papel da servidora no enfrentamento à epidemia causada pelo novo coronavírus, desde o primeiro caso registrado em Palmas. “Valéria dedicou sua vida à saúde pública. Renunciou a muitas oportunidades pessoais em favor do ideal de servir ao próximo, fazendo isso com muita qualidade. Deixa um legado de serviços prestados ao Estado do Tocantins, além do exemplo de coragem e dedicação ao que fez. Nos fez acreditar na grandeza do Sistema Único de Saúde. Nós, servidores da Prefeitura e, em especial, aos da Saúde, estamos consternados com esse episódio, buscando forças onde podemos para enfrentar essa perda irreparável. Minha solidariedade à família, aos incontáveis amigos e todos que tiveram a oportunidade do convívio com essa grande mulher”.

Perfil

Servidora pública aposentada da Secretaria Estadual de Saúde (SES-TO), onde ingressou em 1989, Valéria Silva Paranaguá tinha 58 anos, era natural de Santa Helena de Goiás (GO) e mudou-se para Araguaína aos 12 anos. Formada em Serviço Social, pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), a gestora possuía Mestrado em Saúde Pública com ênfase em Epidemiologia no Instituto Superior de Ciências Médicas de La Havana, Cuba. Tinha especialização em Saúde Pública, Informática em Saúde, Auditoria em Saúde, Administração Hospitalar, Gestão e Auditoria na Administração Pública e em Economia e Avaliação de Tecnologias da Saúde. Com 31 anos de atuação na rede pública, Valéria ingressou na Secretaria Municipal da Saúde de Palmas (Semus), em janeiro de 2020 ocupando a Superintendência de Atenção Primária e Vigilância em Saúde (Supavs) e no mês de agosto do mesmo ano foi nomeada secretária da pasta, onde permaneceu até o momento.

 

Com Secom/Prefeitura

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.