publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sexta, 25 de junho de 2021
Siga a REDE TO

Municípios

Palmas tem a menor taxa de letalidade por covid-19

23/04/2021 22h19 | Atualizado em: 26/04/2021 16h07

Lia Mara Fiscalização nos comercios
Palmas tem as menores taxas de letalidade e mortalidade por Covid-19 entre as capitais brasileiras, de acordo com a plataforma SUS Analítico, do Ministério da Saúde. Conforme os dados atualizados até o dia 20 de abril, a Capital tem taxa de letalidade de 1,18, isto é, a cada 100 pessoas que contraíram o novo coronavírus, 1,18 vai a óbito. Já a taxa de mortalidade pela Covid em Palmas é de 143 óbitos para cada 100 mil habitantes.

A segunda menor taxa de letalidade é da cidade de Florianópolis (SC), 1,24 óbito para cada 100 contaminados. Já a segunda menor taxa de mortalidade é de Belo Horizonte (MG), com 155,77 óbitos para cada 100 mil habitantes. A respeito do cenário nacional, no Brasil são registradas 2,68 mortes para cada 100 casos de infectados, e 178,30 óbitos para cada 100 mil habitantes. O Estado do Tocantins tem taxa de letalidade de 1,55, e mortalidade de 151,44 por 100 mil habitantes.

Os números refletem aos esforços da gestão municipal para conter o avanço da doença. A Secretaria Municipal da Saúde (Semus), desde o primeiro caso diagnosticado da doença, reformulou toda a Rede Municipal de Saúde e incrementou a estrutura com a ampliação do atendimento exclusivo para a Covid-19, implantação das unidades sentinelas em pontos estratégicos da Capital, ampliação de leitos de estabilização com respiradores mecânicos, a aquisição de mais ambulâncias para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a abertura de leitos clínicos e de Unidade de Terapia (UTIs) e a locação de duas usinas de oxigênio para as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), fatores que têm assegurado um atendimento de qualidade a toda a população.

Outros fatores que têm garantido números animadores para a Saúde Municipal são as medidas restritivas e sanitárias, os mutirões de testagem para detectar a Covid-19, que asseguram um cuidado ágil ao paciente, bem como a vacinação contra a enfermidade. Até esta sexta-feira, 41.293 doses dos imunizantes contra a Covid-19 já haviam sido aplicadas na Capital.

O secretário interino da Semus, Thiago de Paula Marconi, avalia que a gestão municipal tem feito um bom trabalho frente ao novo coronavírus. "O parâmetro apresentado demonstra que a prefeita Cinthia Ribeiro está no caminho certo em suas medidas restritivas de contenção do novo coronavírus na Capital”, afirma.

O secretário-executivo da Saúde e presidente do Centro de Operações de Emergências em Saúde (COE Palmas), Daniel Borini, avalia que as taxas são reflexo das medidas adotadas pela gestão municipal conforme o Coronômetro, que é a base para a tomada de decisão. "Esses dados apontam para assertividade do trabalho que é desenvolvido desde o início da pandemia. Seguimos trabalhando para melhorar ainda mais a rede municipal e garantir um atendimento de saúde integral à população de Palmas", completou. 


Da Secom/Prefeitura

Leia sobre: Covid-19LetalidadeMortalidadePalmasTocantins
Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.