publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sábado, 24 de julho de 2021
Siga a REDE TO

Estado

MP pede prisão de dupla que ateou fogo em ônibus escolar no TO

08/06/2021 19h32 | Atualizado em: 08/06/2021 19h47

Divulgação O Ministério Público requereu a prisão preventiva de integrantes de uma facção criminosa que atearam fogo em ônibus escolar em Lajeado

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) requereu à Justiça, na tarde desta terça-feira, 08, a decretação da prisão preventiva de dois homens acusados de atear fogo em um ônibus escolar da prefeitura de Lajeado, na região central do Tocantins, no dia 11 de abril deste ano.

O veículo estava estacionado na garagem municipal, local onde foi deixada uma carta na qual integrantes de uma facção criminosa assumem a autoria do crime, em retaliação às supostas agressões sofridas por detentos em unidades prisionais do estado.

O promotor de Justiça João Edson de Souza lembra que o fato causou apreensão à população do município e ressalta que a prisão é medida que se faz necessária para a garantia da ordem pública, visto que, na carta, os acusados ainda ameaçaram continuar com os ataques.

O pedido será analisado pela Vara Criminal da Comarca de Miracema do Tocantins.

 

Com Ascom/MPTO

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.