publicidade
publicidade
Araguaína-TO, segunda, 27 de setembro de 2021
Siga a REDE TO

Estado

MP denuncia marido que matou professora com tiro em Pequizeiro

06/07/2021 22h29 | Atualizado em: 13/07/2021 22h46

Divulgação A professora Elizabeth Figueiredo foi morta com um tiro na cabeça pelo companheiro, no começo de junho deste ano

O Ministério Público do Tocantins (MPTO), por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Colmeia, ofereceu, nesta terça-feira, 06, denúncia contra Washington Luiz Santana de Oliveira, pelo crime de feminicídio. Ele é acusado de matar a companheira, a professora Elizabeth Figueiredo, na cidade de Pequizeiro, na região central do estado. O caso ganhou repercussão na mídia e causou revolta nos moradores do município.

O crime aconteceu no início do mês de junho deste ano, após uma discussão entre o casal, ocasionada porque Elizabeth se recusava a dar a chave do seu carro para Washington. Revoltado, o acusado passou a agredir com tapas a companheira e em seguida, quando ela estava caída no chão da garagem, fez disparo de arma de fogo na cabeça da vítima.

Testemunhas afirmaram que antes do disparo, ouviram o acusado gritar “Vou te ensinar como respeita um homem” e uma delas presenciou as agressões físicas.

Após praticar o crime e ao verificar a morte de Elizabeth, ele ainda tentou fazer crer que teria sido suicídio e fugiu do local.

Com base nos fatos apontados no inquérito policial, o MPTO ofereceu denúncia por feminicídio, com as qualificadoras de motivo fútil e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima.

A ação penal é assinada pelo promotor de Justiça Adriano Zizza, que responde pela 1ª Promotoria de Justiça de Colmeia. 

 

Com Ascom/MPTO

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.