publicidade
publicidade
Araguaína-TO, sábado, 28 de maio de 2022
Siga a REDE TO

Esportes

Lewis Hamilton aguarda ''solução'' da FIA para traçar futuro

11/01/2022 16h54 | Atualizado em: 11/01/2022 17h00

Reprodução / Instagram: @lewishamilton Jornalista britânico afirma que o heptacampeão mundial está esperando garantias prometida pela FIA para, então, permanecer na F1 em 2022
Lewis Hamilton ainda está muito chateado com os acontecimentos da última corrida da temporada de 2021 na Fórmula 1. Nunca é demais lembrar que o piloto britânico acabou ultrapassado na última volta por Max Verstappen, após uma decisão, no mínimo, polêmica dos comissários de prova.

Acontece que os retardatários que estavam entre Verstappen e Hamilton foram liberados para ultrapassarem o inglês, após acidente de Nicholas Latifi, que forçou a entrada do safety car no circuito de Abu Dhabi. Isso, portanto, abriu uma ‘via livre’ para o holandês da Red Bull atacar Hamilton. Ele o fez, superando o corredor da Mercedes.

Dessa forma, Verstappen ganhou a corrida e, por consequência, o título mundial.

Agora, de acordo com a Sky Sports Indeed, Lewis Hamilton permanece extremamente desapontado com a situação. Craig Slater, jornalista do veículo inglês, inclusive cita que o piloto — e a Mercedes — estão aguardando uma resolução por parte da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) sobre o caso:

“Entende-se que a Mercedes quer ver algo tangível. Quanto mais isso se arrastar, pior será a situação de Lewis Hamilton, e isso veio de uma fonte sênior”, diz Craig, que ainda completa: “Foi-me dito que, naquela mesma noite [do GP de Abu Dhabi] , Hamilton parecia ter aceitado bem a derrota, mas que, nos dias seguintes, ele foi duramente atingido”

O que Hamilton quer da FIA?
Após o término do mundial de 2021 da F1, a Mercedes apelou contra a decisão que, na opinião da equipe alemã, teria dado vantagem a Verstappen. Contudo, após alguns dias, a queixa contra a FIA foi retirada para, em tese, se evitar maior desgaste.

Mas a Sky Sports afirma que, embora a reclamação não tenha sido levada adiante, a Federação prometeu uma investigação detalhada a Mercedes. Nada que vá mudar o resultado final da temporada passada, mas que, ao menos, possa evitar novas situações polêmicas no futuro.

No entanto, o problema maior é que tal investigação pode ser demorada. Hamilton, então, segue aguardando soluções e garantias da FIA — que ainda não chegaram. O piloto inglês não tem a intenção de iniciar uma nova temporada sem uma promessa de que acontecimento como o de Abu Dhabi não acontecerão novamente.

Enfim, a novela envolvendo o inglês segue há 68 dias do primeiro GP da temporada da Fórmula 1 de 2022.

Por Torcedores.com

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.