publicidade
publicidade
Araguaína-TO, Friday, 01 de July de 2022
Siga a REDE TO

Rede 190

Quarto suspeito de roubo de carga de cereais é preso

20/04/2022 08h23 | Atualizado em: 20/04/2022 17h46

Divulgação/Dicom SSP-TO
A Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), prendeu mais um suspeito de integrar uma organização criminosa na noite desta terça-feira, 19, responsável pelo roubo de carga de cereais na região dos municípios de Lagoa da Confusão e Gurupi. A prisão aconteceu em uma quadra da região central de Palmas.

O mandado foi cumprido por equipes da 1ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (DEIC - Palmas), sob o comando do delegado Evaldo de Oliveira Gomes, com apoio do Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE). A ação é resultado das investigações da Operação Turbatio que até agora prendeu quatro homens suspeitos de fazer parte do esquema articulado de vários roubos de carga no Tocantins.

Dois outros indivíduos foram presos pela Polícia Civil de Lagoa da Confusão no dia 1º de novembro de 2021, e estão na Casa de Prisão Provisória de Paraíso. Outro homem foi localizado em Palmas no último dia, 08. O investigado, preso hoje, foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Palmas e segue à disposição da justiça.

Uma caminhonete e um celular que estavam de posse do homem também foram apreendidos pela polícia. “Com a prisão de hoje a Polícia Civil dá uma resposta efetiva no combate aos crimes envolvendo o campo e o agronegócio e desarticula o grupo que também é o possível responsável pela atuação em outros roubos da mesma natureza”, explica o delegado da DEIC.

Entenda

O crime teria ocorrido no dia 8 de outubro de 2021, quando um caminhoneiro que transportava uma carga de arroz, avaliada em cerca de R$50.000 foi assaltado e mantido sob poder dos criminosos por aproximadamente 19 horas. De acordo com as investigações coordenadas pelo delegado Teofabio Alves Siqueira, da 58ª DP de Lagoa da Confusão, uma parte da organização era responsável por roubar a carga e a outra por vender o produto. Um dos homens que trabalhava como corretor de grãos, se aproveitava dos contatos, para comercializar a carga subtraída. 


Da Dicom/SSP-TO


Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.